Cultura | 02-04-2024 21:00

Há um corredor ecológico no Almonda para aproximar a população do rio

Há um corredor ecológico no Almonda para aproximar a população do rio
O presidente da Câmara de Torres Novas, Pedro Ferreira (à direita) alertou as crianças para a importância do seu papel na preservação do rio

Corredor Ecológico do Almonda foi inaugurado oficialmente a 21 de Março, embora seja já um espaço bastante utilizado pela população para actividades de lazer e prática de actividade física. A intervenção custou cerca de 450 mil euros e envolveu a requalificação do espaço e tratamento do rio.

O Corredor Ecológico do Almonda, que representou um investimento superior a 448 mil euros, foi inaugurado na tarde de 21 de Março, junto ao Açude do Moinho da Cova, em Torres Novas. O caminho, localizado entre a zona do mercado municipal e a entrada da autoestrada da Beira Interior (A23/IP6), surge com o objectivo de preservar e valorizar o rio Almonda, assumindo-o como um corredor estruturante que permita a conexão de vários locais do concelho. O projecto implicou uma candidatura à Agência Portuguesa do Ambiente que proporcionou a requalificação do espaço e tratamento do rio.
A intervenção para a revitalização do espaço incluiu a limpeza do leito e margens do rio, erradicação de espécies vegetais invasoras, reperfilamento e estabilização das margens, bem como a requalificação da galeria ripícola e da vegetação circundante para a criação de um percurso associado a espaços de estadia e observação da natureza.
O presidente da Câmara Municipal de Torres Novas, Pedro Ferreira, realçou a importância da intervenção para a melhoria do ambiente e da qualidade de vida da população que tem utilizado o caminho que antigamente estava “escondido”. “O rio Almonda, hoje, está mais à nossa disposição e, sobretudo, de uma forma limpa e transparente”, vincou. Durante a inauguração, o presidente alertou as crianças, que pararam o passeio para assistirem à cerimónia, para o papel fundamental das novas gerações na protecção e preservação do rio e das margens, recordando os tempos em que o rio estava “maltratado”. Concluiu referindo que milhares de habitantes já lhe transmitiram o seu contentamento com a obra realizada.
O vereador responsável pelo pelouro do ambiente, João Trindade, agradeceu o trabalho da equipa envolvida no projecto que transformou o espaço. O vereador afirmou que querem continuar o trabalho nas zonas mais degradadas do rio, com a intenção de seguir na direcção de Riachos para desenvolver, reabilitar e renaturalizar o espaço envolvente. O presidente da assembleia municipal, José Trincão Marques, começou por referir que a obra do Corredor Ecológico do Almonda é uma das medidas consensuais em Torres Novas, que possibilita a aproximação da população ao rio, que é património ecológico. “Somente através do conhecimento e da apreciação do património natural é possível efectivamente protegê-lo”, disse.

Obra resulta de um investimento de 448 mil euros

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1659
    10-04-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1659
    10-04-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo