Cultura | 25-05-2024 11:36

Encenadora estreia peça de teatro sobre incêndios florestais em Santarém

A encenadora croata Vedrana Klepica estreia este sábado, 25 de Maio, às 21h30, no Teatro Sá da Bandeira, em Santarém, um espectáculo inspirado nos incêndios florestais em Portugal,

A encenadora croata Vedrana Klepica estreia este sábado, 25 de Maio, às 21h30, no Teatro Sá da Bandeira, em Santarém, um espectáculo inspirado nos incêndios florestais em Portugal, convidando o espectador a reflectir sobre solidão, alienação e a importância de se trabalhar em comunidade. A peça "Coisas Que Ardem Facilmente" foi desenvolvida no âmbito do projecto "Stronger Peripheries: A Southern Coalition (Tandem “Work and Happiness”)" e cofinanciado pelo programa Europa Criativa da União Europeia, em coprodução com a Artemrede/ Município de Santarém.

O espectáculo, intitulado “Coisas Que Ardem Facilmente”, resulta de um trabalho de investigação realizado pela encenadora em Santarém, que, ao longo de um mês, contactou pessoas que lidam com a realidade e as implicações dos fogos florestais, desde jornalistas e organizações de prevenção de incêndios, a arquitectos envolvidos nos projectos de reconstrução de Pedrógão Grande.

Em conversa com a agência Lusa, a encenadora disse que as pessoas que vivem em zonas mais isoladas e rurais “ainda não encontraram uma forma eficaz de comunicar com as autoridades”, assim a peça reflecte também sobre a solidão dessas pessoas face ao poder político, aos centros de decisão, sobretudo no contexto das alterações climáticas.

A peça é descrita como uma “distopia contemplativa sobre perda e fogo” e a narrativa convida o espectador a reflectir sobre as diferentes dimensões sociais, políticas e pessoais associadas a uma catástrofe. A história da peça centra-se em três personagens que se sentem abandonados e alienados pelo sistema e pelo governo, sem qualquer tipo de apoio social, vivendo exclusivamente das suas terras e das suas plantações.

Os protagonistas relacionam-se diariamente “com a situação problemática do aquecimento global, dos incêndios e de outras catástrofes cada vez mais presentes nas nossas vidas", segundo a sua apresentação. A peça discute os mecanismos mais rudimentares de sobrevivência humana face à crise, e o sentimento de impotência, solidão e de angústia que as pessoas sentem perante este tipo de catástrofes.

Os espectáculos criados ao abrigo do projecto Stronger Peripheries, liderado pela Artemrede, serão incluídos numa mostra internacional em Portugal, de 24 a 30 de Outubro de 2024. Vedrana Klepica (Croácia) é escritora e encenadora. O seu trabalho centra-se sobretudo em temas de classe, privilégio e patriarcado, e é influenciado pelo documentário, teatro pós-dramático e por uma abordagem interdisciplinar à criação.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1669
    19-06-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1669
    19-06-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo