Cultura | 08-06-2024 15:00

Artesanato e segurança para melhorar na próxima Feira de Maio em Azambuja

Artesanato e segurança para melhorar na próxima Feira de Maio em Azambuja

Com elogios à centralidade do evento, o vice-presidente António de Matos, do PS, sublinhou a necessidade de melhorias futuras, especialmente na área de artesanato. Já a vereadora Inês Louro, do partido Chega, não poupou nas críticas sobre a segurança rodoviária, enfatizando o perigo associado ao consumo gratuito de álcool durante o evento.

Na reunião ordinária da Câmara Municipal de Azambuja, realizada no passado dia 4 de Junho, o executivo começou por destacar e congratular o esforço e empenho de todos aqueles que contribuíram para o sucesso da Feira de Maio. O vice-presidente da câmara municipal, António Matos, elogiou a “centralidade” do evento, mencionando a necessidade de melhorias, em futuras edições, na zona dedicada ao artesanato. “Há coisas a melhorar, há sempre e este ano fizemos algumas alterações. Os concertos dentro da vila são para continuar, foram fantásticos e tivemos a vila cheia de pessoas. O artesanato lá ao fundo, na Praça das Freguesias, foi um erro e tem que ser alterado”, explicou o autarca.

A vereadora Inês Louro, do partido Chega, concordou, afirmando que o evento deu “um passo qualitativo muito grande” devido à maior união das tertúlias e à menor dispersão das actividades. Inês Louro também realçou a importância de melhorar alguns aspectos de segurança, em particular a rodoviária, especialmente num contexto “em que é oferecido consumo gratuito de álcool”, enfatizando a necessidade de reforçar transportes ou de serviços específicos para garantir a segurança dos participantes.

Texto desenvolvido na próxima edição impressa de O MIRANTE

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1669
    19-06-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1669
    19-06-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo