Cultura | 30-06-2024 21:00

Rainha das Vindimas de Azambuja é mais do que um concurso de beleza

Rainha das Vindimas de Azambuja é mais do que um concurso de beleza
Candidatas a Rainha das Vindimas de Azambuja brilharam na passerelle do Mercado Diário de Aveiras de Cima

Maria Rei é a nova Rainha das Vindimas de Azambuja e vai representar o concelho no concurso nacional. As candidatas dizem que o certame anual é muito mais do que uma montra de beleza e que é preciso conhecer a história, as tradições e a produção vitivinícola do território que representam.

Nos bastidores do espectáculo de eleição da Rainha das Vindimas do Concelho de Azambuja a azáfama era grande. As bancas de venda de alimentos do Mercado Diário de Aveiras de Cima transformaram-se no último domingo, 23 de Junho, nos camarins das candidatas ao concurso. Em vez de peixe e fruta, em cima das bancadas de pedra estavam os estojos de maquilhagem, escovas de cabelo e secadores. As sete candidatas, em representação de cada uma das sete freguesias, passaram a tarde a despir e a vestir as roupas com que desfilaram.
O espectáculo contou com os habituais três desfiles: o primeiro em traje regional, o segundo em roupa casual e, por fim, o desfile em traje de gala inspirado numa homenagem ao azulejo português.
Antes de entrar na passerelle do mercado, as candidatas olhavam-se ao espelho para garantir que nada estava fora do sítio onde era suposto estar. Entre elas estava a vencedora da edição deste ano, Maria Rei, 21 anos, da freguesia de Azambuja. Não é novata nestas andanças até porque em 2018 foi eleita 1ª Dama de Honor, na altura a representar a freguesia de Vale do Paraíso. A estudar cultura, comunicação e tecnologias de informação achou que era altura de voltar a apostar no concurso, desta vez para ganhar. “Estudei o concurso e fiz o poema de Azambuja com o intuito de ganhar e estou muito feliz. Trabalhei para isto e é um reconhecimento”, disse a O MIRANTE.
A nova Rainha das Vindimas do Concelho de Azambuja vai representar o município no Concurso Rainha das Vindimas de Portugal, promovido pela Associação de Municípios Portugueses do Vinho, no dia 7 de Setembro, no Cartaxo. A família e o namorado têm-na apoiado na aventura até porque assume ser “uma mulher com muitos projectos na cabeça” que podem passar pelo lançamento de uma linha de roupa em macramé ou fazer da vinha do avô um espaço de turismo rural.

Competição saudável
O júri da eleição era composto por Catarina Rito (professora universitária na área do Design de Moda), Óscar dos Reis (ex-manequim e scouter na agência “Elite Lisbon”), Florbela Baptista (do Turismo de Portugal), Pedro Lourenço (da AMPV-Associação de Municípios Portugueses do Vinho) e Daniela Ferreira (Rainha das Vindimas do Concelho de Azambuja 2023 e Rainha das Vindimas de Portugal ainda em título). Os cinco decidiram atribuir a faixa de 1ª Dama de Honor à candidata da freguesia de Vale do Paraíso, Miriam Batista, 19 anos. “Sempre acompanhei este concurso desde pequenina e via as minhas amigas a participar. Era um objectivo dos meus pais verem-me neste concurso e decidi experimentar. Já participei em 2023 e tenho conseguido fazer uns desfiles de moda mas espero que o concurso me abra portas”, sublinhou.
Inês Tavares da freguesia de Aveiras de Baixo foi eleita 2ª Dama de Honor. Participou pela primeira vez desafiada pelo presidente de junta da sua terra e pela mãe. Sempre gostou de moda e imagem e na eleição para a rainha das vindimas sente-se grata por ter tido oportunidade de adquirir mais conhecimento sobre o concelho e vestir roupas lindíssimas. “Adorava dizer que não há estigma na moda e do corpo perfeito mas existe. Existe competição, mas na Rainha das Vindimas tentamos que seja saudável e saímos amigas umas das outras. Não vou negar que o meu objectivo era ganhar, mas estou satisfeita com o caminho que fiz e este concurso não é o último em que vou participar”, afirmou ao jornal, acrescentando que aguarda entrar no curso superior de Medicina Dentária.
Sara Oliveira, da freguesia de Vila Nova da Rainha, recebeu a faixa do Prémio Simpatia, considerada pelas suas companheiras como a mais divertida e simpática do grupo. Para o Prémio Fotogenia foi eleita a candidata de Aveiras de Cima, Inês Joanico. Participaram, ainda, Andreia Mendes, em representação da freguesia de Alcoentre, e Inês Costa, pela União das Freguesias de Manique do Intendente, Vila Nova de São Pedro e Maçussa.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo