Cultura | 09-09-2022 11:52

Arraial da Música Velha em Pernes no fim de semana

Arraial da Música Velha em Pernes no fim de semana

Sociedade Recreativa e Filarmónica Pernense organiza sexta-feira e sábado, 9 e 10 de Setembro, mais uma festa popular. Apesar dos seus quase 152 anos de idade, a colectividade está dinâmica e com ambições renovadas.

A Sociedade Recreativa e Filarmónica Pernense (SRFP), mais conhecida por Música Velha, está a caminho de completar 152 anos, em Dezembro próximo, mas apesar da idade há dinâmica e novas ideias a pairar na colectividade e já esta sexta-feira e sábado, 9 e 10 de Setembro, vai decorrer mais um arraial da Música Velha, última festa popular de Verão.

O presidente da direcção, Stany Gonçalves, confessa-se ambicioso quando assume que gostava muito que a reactivação da escola de música, que vai ocorrer em Outubro, desse origem a uma nova banda filarmónica. E não esquece que o apoio financeiro por parte da Câmara de Santarém bem como a parceria com a Junta de Freguesia de Pernes têm sido fulcrais neste processo da constituição da escola de música.

Stany Gonçalves, 47 anos, é o presidente da direcção da Música Velha desde 2015, depois de já ter exercido essas funções entre 2001 e 2005 nessa colectividade com a qual a sua família tem uma ligação estreita desde os tempos dos seus bisavós, tanto do lado materno como paterno, que estiveram envolvidos na associação durante várias décadas.

O dirigente diz que a Música Velha está a ser gerida por um grupo de amigos que está a dar o seu melhor para enfrentar os novos desafios, destacando a aquisição de uma propriedade, nas traseiras das instalações da colectividade, para aumentar o espaço disponível e, sobretudo, para melhorar a circulação de peões e de veículos para descargas. A aposta no evento “Rock da Velha”, que é uma marca registada, com mais de 20 anos, e a reactivação da escola de música, após duas décadas de inactividade, são outros grandes desafios para a direcção.

A última vez que existiu uma escola de música em Pernes foi precisamente na Música Velha. “Era uma tradição da vila de Pernes, que é uma terra de músicos, onde chegou a haver duas bandas de música”, conta Stany Gonçalves a O MIRANTE. Em outubro, para além do início da escola de música, o karaté com duas turmas, dos 3 aos 6 anos e dos 6 anos aos 18, e as aulas de pilates, vão recomeçar, após o período de férias.

A Música Velha tem registo de fundação em 1870 e nos anos 20 do século XX deu-se uma cisão que levou à criação de outra colectividade, a chamada Música Nova.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1588
    01-09-2021
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1588
    01-09-2021
    Capa Vale Tejo