Desporto | 06-10-2022 18:00

Uma presidente num clube de homens que caiu de pára-quedas no cargo 

Daniela Saboga defende que o hóquei em patins entre nas escolas da região

Sobrinha de uma das maiores glórias do hóquei em patins do União Futebol Entroncamento, Daniela Saboga é a actual presidente do clube. Está no segundo mandato e enfrenta o desafio de liderar o clube na 2.ª Divisão Nacional.

Uma mulher entre homens. Daniela Saboga encontra-se no segundo mandato como presidente do União Futebol Entroncamento (UFE), que de futebol pouco ou nada tem, uma vez que o hóquei em patins é a sua principal modalidade. 

E como é, enquanto mulher, liderar um clube composto na sua maioria por homens? “Não paro muito para pensar nisso. É preciso fazer, faz-se”, responde Daniela, que diz ter assumido o papel de presidente um pouco ao acaso: “Caí aqui um bocadinho de pára-quedas, não percebia nada disto, mas assim aconteceu. Agarrei o projecto e acho que tanto eu como a minha direcção, que já vai no segundo mandato, estamos a fazer um bom trabalho.” 

O clube começou por existir devido ao futebol, daí o seu nome, e ao longo dos anos competiu no basquetebol, futsal, kickboxing e natação, mas cinge-se agora ao hóquei e à patinagem artística. “Claro que o hóquei é a modalidade mais importante, onde temos mais atletas, mexe mais um bocadinho por causa dos escalões de formação, que traz sempre o acompanhamento dos pais”, revela Daniela Saboga, reforçando: “É preciso que o hóquei entre nas escolas. Começarmos desde os pequeninos, porque a criança, vindo ao hóquei, traz o pai, a mãe e os irmãos. Assim, há mais interesse e visibilidade”. 

*Reportagem desenvolvida na edição semanal em papel desta quinta-feira, 6 de Outubro

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1587
    01-09-2021
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1587
    01-09-2021
    Capa Vale Tejo