Desporto | 16-11-2022 08:15

Sócios chumbam trabalhos de assembleia polémica do Vilafranquense

Sócios chumbam trabalhos de assembleia polémica do Vilafranquense

Em cima da mesa estava a venda da participação de 10 por cento do capital da SAD que é detida pelo clube. Falando aos sócios já depois de saber que o negócio não se ia realizar o líder da SAD informou que está de saída da cidade e que com ou sem estádio a decisão está tomada e é irrevogável.

Os sócios do União Desportiva Vilafranquense (UDV) chumbaram por maioria - 52 votos a favor e 32 contra - a ordem de trabalhos apresentada pela assembleia-geral do clube na noite de terça-feira, 15 de Novembro. O chumbo da ordem de trabalhos foi justificado pelos sócios com o facto da comissão administrativa não apresentar as contas do clube desde 2019. A decisão de chumbar a ordem de trabalhos inviabilizou a votação e consequente aprovação dos três pontos que estavam agendados: a suspensão da actividade desportiva do UDV, a constituição de uma nova associação desportiva herdeira do UDV e a mais polémica: a transmissão da participação dos 10% que o clube detém na SAD do futebol a favor da accionista maioritária Números Mouriscos Unipessoal Lda.


* Notícia desenvolvida na edição impressa de O MIRANTE

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1587
    01-09-2021
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1587
    01-09-2021
    Capa Vale Tejo