Desporto | 23-12-2022 21:00

Vilafranquense vai ser extinto para limpar dívidas e dar lugar a novo clube

Vilafranquense vai ser extinto para limpar dívidas e dar lugar a novo clube
A maior parte dos sócios presentes tinha ligações à SAD do futebol e abandonou a assembleia logo que a venda foi aprovada

Extinção do União Desportiva Vilafranquense e criação de um novo clube tem como objectivo colocar um ponto final na dívida de um milhão de euros existente às Finanças. Venda da participação de 10% que o clube tinha na SAD do futebol também foi aprovada e permitirá pagar dívida de 300 mil euros à Segurança Social.

Pouco mais de duas horas e meia foi o tempo que 124 sócios do União Desportiva Vilafranquense (UDV) demoraram a apreciar quatro pontos polémicos e cruciais para a história e futuro do clube, incluindo o fim do UDV e a criação de uma nova associação. A assembleia-geral do clube realizou-se na noite de 15 de Dezembro no Pavilhão José Mário Cerejo, em Vila Franca de Xira, e voltou a ser vedada à imprensa. O fim do UDV foi considerado a última saída para acabar com a dívida de quase um milhão de euros às Finanças, que muitos sócios consideram impagável e que se arrasta há quase duas décadas condicionando o funcionamento do clube.
A proposta de suspender a actividade do UDV foi aprovada por maioria, com 12 votos contra e oito abstenções, tendo também sido aprovada a constituição de uma nova associação herdeira do UDV já no próximo ano. A ideia, apurou O MIRANTE, é passar todas as modalidades dos escalões de formação para o novo clube e o UDV manter apenas, por agora, os escalões seniores. O presidente da comissão administrativa, Márcio Oliveira, prometeu preservar a história do clube, tal como foram preservadas as taças, bandeiras e objectos dos quatro clubes que em 1957 se fundiram para formar o UDV (Grupo de Foot-Ball Operário Vilafranquense, Águia Sport Club Vilafranquense, Hóquei Clube Vilafranquense e Ginásio Vilafranquense).
Márcio Oliveira garantiu que o futuro clube vai manter o mesmo símbolo, as mesmas cores e o mesmo equipamento, considerando que se trata da única oportunidade de recomeçar do zero, sanando uma situação que era financeiramente complicada. O novo clube poderá receber apoios municipais ao associativismo, o que não acontecia com o UDV devido às dívidas.

Sócios vão acompanhar venda da SAD
O segundo ponto da ordem de trabalhos foi o que gerou a maior discussão da noite: a venda dos restantes 10% que o UDV detinha na SAD (sociedade anónima desportiva) do futebol a favor da accionista maioritária Números Mouriscos Unipessoal Lda. Entre vários sócios presentes ouviram-se acusações de falta de transparência no negócio e de não ter sido promovida uma sessão de esclarecimento prévia aos sócios antes da votação em assembleia.
Perante as críticas - incluindo o facto da SAD ter contratado um advogado para acompanhar a assembleia - o presidente da mesa da assembleia, Rui Carvalho, acatou a sugestão do ex-presidente Eurico Cid de também o clube ter assessoria no negócio. Ficou decidido criar uma comissão de sócios para acompanhar a venda. O negócio foi aprovado - em grande maioria por elementos que se fizeram sócios há poucos meses e ligados ao futebol profissional e à SAD liderada por Henrique Sereno -, tendo havido 29 votos contra e cinco abstenções.
Henrique Sereno na sua intervenção exaltou os sócios lembrando que tentou chegar a acordo com o clube no Verão e que a intenção é sair de Vila Franca de Xira, seja a bem ou a mal, e voltou a dizer que os pouco mais de 400 mil euros oferecidos ao UDV foram um preço justo. A ideia é que 300 mil euros sirvam para pagar a dívida existente à Segurança Social e o restante injectado no novo clube. Com a saída da SAD o Vilafranquense vai arrancar a próxima época na 3ª divisão distrital da Associação de Futebol de Lisboa. Este processo teve ainda o seu início devendo haver em 2023 uma nova assembleia-geral para validar os contratos. A assembleia serviu também para os sócios aprovarem as contas do UDV de 2019, 2020 e 2021.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1597
    01-02-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1597
    01-02-2023
    Capa Médio Tejo