Desporto | 25-12-2022 10:00

Em Samora Correia os jovens dão o exemplo na luta contra o preconceito

Em Samora Correia os jovens dão o exemplo na luta contra o preconceito
Atletas e artistas de Samora Correia foram o foco da quinta gala da associação de jovens

Gala da Associação de Jovens de Samora Correia vai na quinta edição e mostrou o que de melhor os jovens fazem e dão à comunidade, promovendo os valores da igualdade e da solidariedade.

Respeito, entreajuda, voluntariado e ambiente familiar são alguns dos valores que a Associação de Jovens de Samora Correia (AJSC) quis distinguir na gala que vai na quinta edição e se realizou a 17 de Dezembro no Centro Cultural de Samora Correia. A associação mostrou o melhor que os jovens da terra sabem fazer sem esperar nada em troca, num momento onde se promoveram também os valores da igualdade e da solidariedade.
Exemplo disso são os irmãos Toy e Emanuel Matos, filhos da terra de etnia cigana que querem combater o preconceito através da música. Filhos de pai músico, os irmãos cresceram a cantar e abraçaram essa realidade com carinho e dedicação. Emanuel, de 24 anos, confessa a O MIRANTE que não gosta de se ouvir a cantar e, como tal, preferiu desde jovem agarrar-se à viola e ao baixo e deixar o irmão Toy, de 20 anos, brilhar ao microfone. O talento de ambos levou-os a participar num programa na televisão, que lhes abriu novos horizontes no panorama musical. Filhos orgulhosos de Samora Correia, admitem que aceitaram prontamente o convite da Associação de Jovens por acreditarem que os jovens também merecem um palco para exibirem o melhor que se faz na cidade.
Para os irmãos o preconceito é algo que ainda sentem por onde passam. Querem que a sua música sirva para combater estereótipos e motivar jovens a serem eles mesmos, com orgulho e sem medo. “Há pessoas boas e más em todo o lado. Na nossa comunidade o número de pessoas boas, de bom coração é infinitamente superior aos outros. Aos jovens que têm medo de cantar, medo de serem eles próprios, não desistam. Há que combater esse medo e mostrar que os jovens são capazes, já que a juventude é o espelho do nosso futuro”, afirmam.

Um espaço para todos os sonhos
A equipa de ginástica do Ateneu Gímnico de Samora Correia (AGISC) abriu uma gala de três horas que contou com momentos de dança, ginástica, artes circenses, música e comédia com a participação da Let Me Dance School, da Andrade Dance Academy, da Marsupianne, do Cavalinho da Sociedade Filarmónica União Samorense, dos irmãos Toy e Emanuel Matos, do humorista Pedro Sousa e que terminou com a actuação de Kate Mirson.
Juliana Cardoso, 18 anos, é há dois anos uma das treinadoras de ginástica do AGISC, depois de um longo percurso enquanto atleta. Considera que os eventos focados nos jovens deveriam ser regulares ao longo do ano. “Sabemos que é algo desafiador, mas é algo que acaba por ser muito gratificante no fim. É procurar ideias, procurar músicas, mas nada é impossível. Todos temos sonhos. Os nossos sonhos cabem dentro desta pequena terra onde vivemos, mas podemos e devemos sonhar com mais, sonhar em fazer mais, sonhar com o país, com o estrangeiro”, conclui.

Atletas e artistas de Samora Correia foram o foco da quinta gala da associação de jovens

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1596
    11-01-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1596
    25-01-2023
    Capa Médio Tejo