Desporto | 26-12-2022 12:00

Comité Olímpico de Portugal continua a ter casa em Rio Maior

Comité Olímpico de Portugal continua a ter casa em Rio Maior
Preparação dos atletas vai continuar a ter lugar em Rio Maior. FOTO - Desmor

Renovação de protocolo entre o COP, a Câmara de Rio Maior e a Desmor permite a continuidade da preparação de atletas olímpicos na cidade. Parceria dura desde 2001.

O Comité Olímpico de Portugal (COP) renovou no dia 13 de Dezembro o protocolo com a Câmara Municipal de Rio Maior e a Desmor, empresa municipal de desporto, para continuar a ter “casa” na cidade. “Esta é uma relação que não é apenas institucional, é também afectiva, porque sentimos que esta casa também é um bocadinho nossa. Eu, quando venho cá, sinto-me em casa”, afirmou o presidente do COP, José Manuel Constantino, antes de assinar a renovação da parceria.
A relação teve início em 22 de Junho de 2001, quando o município de Rio Maior e o COP assinaram o acordo que criou o primeiro centro de preparação olímpica em Portugal, que esteve na génese da actual rede de Centros de Alto Rendimento (CAR). “A relação com Rio Maior é uma relação com as pessoas e que não se iniciou hoje, nem comigo. Devo dizer que os méritos não me pertencem, é a renovação de um apoio com 20 anos. Não foi feito por mim, mas entendi mantê-lo, tendo em conta a importância que tem para os atletas”, afirmou o presidente do COP, recordando a importância neste protocolo dos antigos autarcas Silvino Sequeira e Isaura Morais e dos ex-responsáveis pelo centro de estágios como Albino Maria, Carlos Coutinho e Diva Cobra.
O protocolo assinado tem a validade de um ano, sendo renovável até aos Jogos Olímpicos Paris 2024. O actual presidente da Câmara Municipal de Rio Maior, Filipe Santana Dias, também recordou os responsáveis pelo passo dado em 2001. “Eu era uma criança e fico muito satisfeito por terem tomado este percurso. Mais importante é a notoriedade que nos traz um protocolo que muito nos honra e engrandece e também nos responsabiliza”, afirmou o edil.
Perante um auditório repleto de atletas riomaiorenses e nadadores do CAR de Rio Maior, Miguel Pacheco, administrador da Desmor, enalteceu a importância desta renovação, evocando o passado, com os vários exemplos olímpicos. “Hoje é um dia muito importante para nós, porque significa que estamos a dar seguimento a um acordo que atingiu a maioridade. É algo que faz parte da história de Rio Maior que, ininterruptamente, desde Barcelona1992, teve atletas em oito Jogos Olímpicos. É a história do presente e esperamos que seja do futuro, seja com riomaiorenses ou com os atletas do CAR, que estudam aqui ao lado na Unidade de Apoio ao Alto Rendimento na Escola (UAARE)”, rematou.
O responsável aludia às participações olímpicas dos marchadores Susana Feitor, Vera Santos, Inês Henriques, João Vieira, Sérgio Vieira e Miguel Carvalho, do triatleta Duarte Marques e dos nadadores Pedro Oliveira e Tiago Campos.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1597
    01-02-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1597
    01-02-2023
    Capa Médio Tejo