Desporto | 04-02-2023 12:00

AZA estão a pôr Azambuja a praticar exercício nas ruas

AZA estão a pôr Azambuja a praticar exercício nas ruas
Associação Azambuja com Alma vai organizar, a 11 de Fevereiro, a sua terceira gala anual

Desde o primeiro treino, em 2015, a associação Azambuja com Alma não parou de crescer. Com participações em provas nacionais e no estrangeiro, orgulha-se de levar o concelho de Azambuja mais longe.

Criada em Outubro de 2015 e formalizada como associação em 2019, a Azambuja com Alma (AZA) começou como um grupo informal de pessoas que partilhavam o mesmo interesse pela corrida e a prática de exercício físico e desde então não tem parado de crescer. Conta já com várias participações nacionais e no estrangeiro, bem como diversos pódios e medalhas. Edgar Anastácio, Lúcio Basílio e Rui Alves são alguns dos rostos do grupo que junta todas as quartas-feiras, ao final do dia, junto ao pelourinho do Largo do Município, em Azambuja, perto de três dezenas de pessoas para percorrer 10 quilómetros pelas ruas da vila.
“Queremos acima de tudo fomentar e incentivar a prática do desporto em Azambuja”, refere Edgar Anastácio, presidente da AZA que tem meia centena de sócios. “Além do desporto temos várias actividades sociais. No ano passado juntámo-nos com a câmara e fomos plantar árvores; e promovemos também uma actividade de recolha de lixo nas ruas. Tentamos fazer algo diferente pelo menos uma vez por mês”, explica.
O grupo diz-se orgulhoso de representar Azambuja sempre que participa em provas e acredita que não há nada melhor do que praticar desporto ao ar livre. “Prefiro o ar livre e o convívio directo com a natureza, não há nada melhor que isso”, confessa Lúcio Basílio, presidente do conselho fiscal da associação e recente entusiasta de corrida. O reformado, de 66 anos, começou a correr em 2019 mas já conseguiu juntar quase duas dezenas de medalhas e troféus pelas suas participações em provas de trail, sendo hoje o atleta mais premiado no grupo.

Cães servem para correr mais depressa
Quando se pratica desporto na rua são vários os sustos e histórias que se vão acumulando. “Há sempre momentos um pouco mais tensos ou até cómicos, umas quedas aqui ou ali ou então quando nos deparamos com cães, mas isso serve de incentivo para correr com mais velocidade e para mudar de percurso”, brinca Rui Alves, vice-presidente da AZA. Habituado a praticar desporto desde criança, participa várias vezes em ultra-maratonas, já tendo feito 161 quilómetros numa só prova. Destaca que a experiência de treinar corrida acompanhado é completamente diferente de correr sozinho e que a companhia ajuda a motivar e superar limites. Uma memória que estimam e recordam com carinho é a primeira competição fora de Portugal, a maratona de Sevilha, em 2017, onde levaram uma grande comitiva de atletas e as suas famílias.
Ter uma sede própria é uma das grandes ambições do grupo. Os AZA vão, em Fevereiro, organizar a terceira edição da sua gala anual. Com o principal objectivo de destacar as personalidades do desporto dentro do grupo e em Azambuja, os atletas são separados por categorias e celebrados pelos seus feitos. A categoria Personalidade Desportiva distingue a pessoa que pelo seu percurso de vida e percurso desportivo mais se destacou. Nas duas primeiras edições foram destacados o atleta olímpico Fernando Mamede e a atleta Cristina Ponte. Este ano a gala realiza-se a 11 de Fevereiro no auditório do Páteo Valverde, em Azambuja, e é aberta a toda a população.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1668
    12-06-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1668
    12-06-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo