Desporto | 18-07-2023 15:00

Carlos Nunes: o nadador de Salvaterra de Magos que está a fazer história

Carlos Nunes: o nadador de Salvaterra de Magos que está a fazer história
Carlos Nunes e Paulo Soares gostam de traçar objectivos diários

Carlos Nunes bateu por duas vezes consecutivas o recorde nacional dos 50 metros bruços no escalão de juniores, que vigorava há 20 anos.

O jovem nadador do Clube Náutico de Salvaterra de Magos representa a selecção nacional e surpreende pela sua mentalidade competitiva. O MIRANTE acompanhou um dos treinos que antecedeu o Europeu de Juniores e aproveitou a deixa para falar também com o treinador Paulo Soares e com o presidente Raphael Gaspar.

Carlos Nunes, 17 anos, tem andado nas bocas do povo em Salvaterra de Magos por ter batido um recorde nacional de natação com duas décadas, nos 50 metros bruços no escalão de juniores. Em menos de um mês, o nadador do Clube Náutico de Salvaterra de Magos, a competir pela selecção nacional, bateu o recorde por duas vezes. O MIRANTE foi conhecer o jovem na semana anterior à sua ida para o europeu, que decorreu de 4 a 9 de Julho.
O jovem atleta seguiu os passos do irmão, Francisco Nunes, no Clube Náutico de Salvaterra de Magos. Aprendeu a nadar em criança, por iniciativa dos pais, e ao contrário de outras crianças que foram abandonando a modalidade, Carlos Nunes dedicou-se de corpo e alma à vertente competitiva e, aos 17 anos, diz que está mais forte do que nunca a nível físico e mental. “Não me afecta fazer uma má prova”, explica quando questionado sobre o que faz de si um bom atleta, acrescentando que tem o privilégio de poder contar com a ajuda do irmão, de 21 anos, recordista nacional em vários escalões e a nadar pelo Belenenses. Por coincidência ou não, os dois sempre se mostraram vigorosos em bruços.
Carlos Nunes perseguia o recorde nacional desde o início da época, com treinos de segunda a sábado e duas sessões de ginásio por semana. “Depois do mínimo de acesso ao europeu, conseguir o recorde nacional foi a chave de ouro”, diz. Carlos Nunes e Ricardo Santos, atleta da Casa do Povo de Ferreira do Zêzere, foram dois dos quatro portugueses a alcançarem os mínimos para a prova europeia.
Nos tempos livres, Carlos Nunes gosta de praticar basquetebol com amigos, ténis e ciclismo. A alimentação é uma das suas preocupações como atleta, ensinamentos incutidos pelo Clube Náutico de Salvaterra de Magos. Com a entrada na universidade, num curso que espera estar relacionado com as tecnologias, pretende ingressar num clube maior para ter mais companhia de jovens da sua idade, mas sempre sem esquecer as origens em Salvaterra de Magos.
Carlos Nunes detém o recorde nacional 50 metros bruços juniores com 28,79 segundos, um tempo que lhe dava o décimo lugar entre 43 atletas. No recente Europeu de Juniores competiu nos 50, 100 e 200 metros bruços, tendo ficado em 17º nos 50 bruços, em 21º lugar nos 100 bruços e 29º nos 200 bruços.

Piscinas municipais sem bancadas
Raphael Gaspar, presidente do Clube Náutico de Salvaterra de Magos desde 2008, lamenta o facto de não haver uma bancada nas piscinas municipais, o que impossibilita a realização de eventos. “Há mais de 15 anos que existe natação de competição e os outros clubes não conhecem a nossa casa”, desabafa. Raphael Gaspar e Paulo Soares, vice-presidente do clube e treinador de Carlos Nunes, reconhecem que o clube é pequeno e humilde mas sublinham que ali têm nascido grandes atletas. Carlos Nunes é o mais recente exemplo, descrito como um jovem focado, que demonstra poucas emoções e que prefere traçar objectivos diários a grandes objectivos.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo