Desporto | 30-07-2023 15:00

Tomar recebeu mais de duas centenas de judocas em estágio internacional

Tomar recebeu mais de duas centenas de judocas em estágio internacional
Estágio internacional juntou mais de duas centenas de judocas em Tomar

Associação de Judo do Distrito de Santarém organizou o XVII Estágio Internacional, que decorreu no Pavilhão Municipal de Tomar. Contou com a presença do treinador convidado Flávio Canto e 230 participantes de vários países, entre eles Francisca Galhardas e Vicente Silva, praticantes de judo por influência dos pais.

O XVII Estágio Internacional de Juvenis, Cadetes, Juniores e Seniores, organizado pela Associação de Judo do Distrito de Santarém (AJDS), realizou-se de 17 a 20 de Julho, no Pavilhão Municipal de Tomar. O estágio contou com a presença de 230 participantes de países como Portugal, Espanha, França e Suíça. O treinador Flávio Canto, vencedor de diversas medalhas enquanto atleta, foi o convidado de honra.
Os judocas Francisca Galhardas e Vicente Silva falaram com O MIRANTE e explicaram que se inscreveram no estágio para aprender e melhorarem as suas técnicas. Ambos foram influenciados pelo pai a começar a modalidade. Vicente Silva, 13 anos, residente em Tomar e campeão nacional de judo no seu escalão, praticou equitação e natação e, aos sete anos, decidiu seguir a sugestão do pai. “Fiquei com medo porque achava que era karaté, mas fui experimentar e hoje é o que quero para a vida”, conta o judoca. Chegou a estar um dia sem comer e sem beber água para perder dois quilos que precisava para participar numa prova em Espanha. Vicente Silva confessa que conciliar a escola e o desporto nem sempre é fácil e, por vezes, acorda muito cansado. Comer muitos alimentos com proteína e descansar são os seus métodos para recuperar depois de treinar todos os dias, excepto ao fim-de-semana. Inspirado no mestre Igor Sampaio, e na atleta olímpica Patrícia Sampaio, naturais de Tomar, Vicente Silva afirma que gostava de um dia ser profissional e ganhar a vida com a prática de judo. Depois de já ter ganho um campeonato nacional no seu escalão, pretende fazer o circuito europeu e trazer uma medalha. No futuro sonha em participar num mundial e nos Jogos Olímpicos.
Francisca Galhardas, 14 anos, residente em Lisboa, começou a praticar judo aos três anos por influência do seu pai, treinador de judo. A sua referência chama-se Joshiro Maruyama e sonha representar Portugal e ser campeã da Europa e do Mundo. Além dos quatro treinos que realiza semanalmente, a atleta conta que no dia anterior à competição fala pouco para as pessoas e desliga-se do telemóvel e das redes sociais para se concentrar. O banho de água quente é a sua solução para recuperar de treinos intensos e de competições. O colégio onde estuda possibilita que os alunos se foquem no desporto, tendo as tardes livres para estudar e treinar. “Quando entro no tapete sou feliz e não penso em mais nada”, conta.
Em conversa com O MIRANTE, o director técnico da Associação de Judo do Distrito de Santarém, Filipe Lopes, refere a importância da prática de judo pelos valores que transmite como a partilha, inclusão, disciplina e a dinamização dos jovens.

Vicente Silva
Francisca Galhardas

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1669
    19-06-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1669
    19-06-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo