Desporto | 07-10-2023 12:00

José Canelo é um campeão de atletismo que aos 99 anos ainda faz caminhadas no Entroncamento

José Canelo é um campeão de atletismo que aos 99 anos ainda faz caminhadas no Entroncamento
José Canelo deixou de competir em provas de atletismo aos 94 anos, mas actualmente com 99 ainda pratica actividade física

José Canelo tem 99 anos e é tetracampeão mundial de atletismo. Deixou de competir aos 94, mas ainda faz caminhadas pelo Entroncamento para se manter activo.

Militar de profissão, foi nas pistas que se destacou mundialmente e ganhou reconhecimento público. Perto de completar um século de vida diz que vai continuar a praticar exercício para preservar a saúde física e mental.

José Canelo é uma referência no panorama do atletismo no país, muito por culpa do facto de ter deixado de praticar a modalidade apenas aos 94 anos. No mês passado completou 99 anos, mas a O MIRANTE confessa, entre risos, que ainda está aí “para as curvas”. Natural de Elvas, reside no Entroncamento há cerca de 50 anos, cidade onde conquistou grande parte dos prémios e troféus destacando-se os quatro títulos de campeão mundial. Na cidade ferroviária conta com várias homenagens nomeadamente a atribuição do seu nome à pista de atletismo do concelho e a uma rua na cidade.
No entanto, não foi só nas pistas que José Canelo se destacou. Em jeito de brincadeira, recorda ao nosso jornal que, nos tempos de escola, era o número um a levar castigos dos professores. “Era muito malandro. Estava sempre a fazer partidas aos meus colegas. Naquele tempo os professores ainda repreendiam os alunos mais irrequietos com a cana da índia. Eu era sempre dos primeiros a levar umas verdascadas devido às brincadeiras que fazia”, confessa. Durante a infância e adolescência viveu com os pais e as três irmãs, em tempos que considera de muita escassez, e onde o principal alimento era o pão, sem acompanhamento; por isso, ao atingir a maioridade, juntou-se ao serviço militar, profissão que exerceu toda a vida e onde começou a praticar atletismo.
Por volta dos 20 anos, com alguns colegas militares, começou a realizar caminhadas e provas de corridas. Por ser um competidor nato e ter uma vontade intrínseca de superar os seus limites foi aumentando os seus volumes de treino e foi num ápice que começou a participar em provas federadas. Com quase um século de vida, conta com mais de uma centena de medalhas e troféus nacionais e mundiais. “Já fiz provas na Polónia, Alemanha, Brasil, Estados Unidos da América, Etiópia, entre outros países. Não consigo dizer exactamente quantos prémios ganhei até porque não há nenhum que considere particularmente especial. Para mim a magia era ganhar onde quer que fosse, todos os prémios tiveram a mesma importância”, afirma o tetra campeão mundial.

Os truques para a longevidade
José Canelo enumera, sem hesitar, quais são os principais factores que permitiram que competisse até aos 94 anos: “Tive sempre muito cuidado com a preparação física seguindo uma alimentação regrada e evitando bebidas alcoólicas. A prática diária de actividade física e a enorme obsessão que tinha em vencer fizeram com que fosse mais além”, salienta, acrescentando que a prática de atletismo foi a melhor decisão da sua vida. “É uma riqueza muito grande ter 99 anos e sentir-me fresco e em bom estado, tanto físico como mental”, sublinha.
Por se sentir bem consigo mesmo, e capaz de continuar a caminhar por muitos caminhos José Canelo aconselha a prática de actividade física diária, principalmente à população mais envelhecida, pelos benefícios que traz para o corpo e para a mente. “As pessoas devem fazer algum tipo de exercício físico diariamente, nem que sejam caminhadas ou algumas actividades de reforço em casa. O meu maior medo, já depois dos 90 anos, era lesionar-me e ter de ficar agarrado ao sofá”, remata, afirmando que conta completar o centenário no próximo ano e fazer as suas caminhadas diárias até lá.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1664
    15-05-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1664
    15-05-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo