Desporto | 02-12-2023 21:00

Futsal do Alhandra Sporting Club é uma família

Futsal do Alhandra Sporting Club é uma família
Secção de futsal do ASC tem 150 jovens e o escalão de juniores subiu de divisão pela primeira vez em 14 anos

Secção de Futsal do Alhandra Sporting Club está a celebrar 14 anos com uma centena e meia de atletas a praticar futsal no pavilhão da Escola Soeiro Pereira Gomes. O objectivo é que os diversos escalões possam subir de divisão esta época.

O futsal do Alhandra Sporting Club (ASC) é mais do que um grupo desportivo: é uma família que segue unida, superando desafios e trabalhando para alcançar objectivos, onde ninguém fica para trás. A garantia é deixada a O MIRANTE pelo coordenador da secção de futsal e vice-presidente do ASC, Telmo Augusto. “O futsal pode fazer a diferença na vida destes miúdos. É como uma segunda casa e uma segunda família, eles passam aqui bastante parte do seu dia. Aqui cultivamos o espírito de equipa, a entreajuda e ensinamos os jovens a superar desafios e a ter um sentimento de união”, explica o responsável.
A secção, que hoje tem atletas os 4 aos 18 anos, foi criada do zero há 14 anos, com os escalões de traquinas e de benjamins, e foram esses jovens atletas que foram progressivamente criando os oito escalões que hoje existem no ASC, orientados por 11 treinadores. Todas as equipas estão nos três primeiros lugares das suas tabelas neste arranque de temporada, o que faz os dirigentes sonhar com boas prestações no fim da época. O destaque do momento é a recente subida de divisão da equipa de juniores, que alcançou um feito inédito para o clube. Um sucesso que, explicam os dirigentes, é o resultado de anos de dedicação e superação de desafios. “Subir a primeira vez é sempre difícil mas eles estão empenhados e a meio da tabela. Acredito que a manutenção é possível”, refere Telmo Augusto a O MIRANTE.
Para muitos jovens o futsal não é apenas um desporto, mas uma comunidade unida por laços de amizade e apoio mútuo. Telmo Augusto destaca que, apesar das propostas de clubes maiores que sempre vão aparecendo, muitos atletas optam por permanecer no Alhandra SC, valorizando a oportunidade de serem protagonistas em vez de simples espectadores nos bancos de clubes de renome. “Perseguir o sonho é complicado. Muitos pais não vêem isso. Os poucos jovens que saem para os grandes clubes, passado um ano regressam logo”, reforça o dirigente.
Este ano o ASC continuou a afirmar-se como uma referência na modalidade ao conseguir obter a certificação de entidade formadora de três estrelas pela Federação Portuguesa de Futebol. É o terceiro ano consecutivo em que isso acontece. Para esta época o futsal do ASC sonha subir de divisão em todos os escalões. “Estamos nas terceiras excepto os juniores que estão na segunda. A equipa de juvenis está na luta e estamos a tentar que subam também. Acho que vamos conseguir”, confessa.

O sonho de um campo de futebol
Apesar de ser uma modalidade diferente, não há dia em que os dirigentes do Alhandra Sporting Club não sonhem com o regresso do futebol de onze ao seu emblema. A modalidade, recorde-se, acabou por falta de condições no Campo da Hortinha. Depois o clube comprou um terreno junto às piscinas de Alhandra que não serve por precisar de ser descontaminado e há três anos foi celebrado um protocolo entre o ASC, a Câmara de Vila Franca de Xira e a Cimpor para que o clube usasse o campo de futebol da empresa cimenteira para jogar mas, até hoje, nem um único atleta pisou o campo, por este precisar de investimentos adicionais da câmara para poder ser usado.
“A única forma de jogar à bola em Alhandra é aqui no futsal. A melhor prenda de Natal que o clube podia receber era o prometido campo de futebol. Assinámos os protocolos, aparecemos na fotografia mas nada se fez entretanto”, lamenta Telmo Augusto. Por enquanto vai valendo o compromisso dos dirigentes com a formação integral dos atletas e a busca pela excelência desportiva, que continuam a fazer do ASC uma força reconhecida no panorama desportivo local, como de resto O MIRANTE deu a conhecer quando a elegeu Personalidade do Ano em 2017.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1652
    21-02-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1652
    21-02-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo