Desporto | 02-02-2024 21:00

Aprovado concurso público para Academia de Futebol de Santarém

Aprovado concurso público para Academia de Futebol de Santarém
O presidente da Associação de Futebol de Santarém (à esquerda) esteve na reunião de câmara em que foi aprovado o lançamento do concurso

Parceria entre a Câmara de Santarém e a Associação de Futebol de Santarém é o pontapé de saída para a criação de uma cidade desportiva ambicionada há décadas.

O executivo da Câmara de Santarém aprovou a abertura do concurso para a contratação da empreitada de construção da Academia de Futebol, em parceria com Federação Portuguesa de Futebol e Associação de Futebol de Santarém. O projecto, a implantar em terrenos adquiridos pela autarquia nas proximidades do complexo aquático municipal, na zona do Jardim de Cima, constitui a primeira fase do que se espera vir a ser a futura cidade desportiva de Santarém.
A primeira fase de obras vai englobar a construção de acessos, iluminação e outras infraestruturas de apoio à Academia de Futebol, que vai contar com um campo para futebol de 11 e outro para futebol de nove e de sete e infraestruturas de apoio como quatro balneários, dois balneários para árbitros, posto médico, sala de reuniões/formação, bancada coberta com 904 lugares, bancada descoberta com 76 lugares, bar, instalações sanitárias e zonas de estacionamento. O investimento previsto ronda os 3,5 milhões de euros, com financiamento garantido de 600 mil euros da Federação Portuguesa de Futebol, através da Associação de Futebol de Santarém.
Tanto o presidente da Câmara de Santarém, Ricardo Gonçalves, como o vice-presidente João Teixeira Leite e o vereador Nuno Domingos expressaram a sua satisfação por essa decisão, que se espera ser o pontapé de saída para a ambicionada cidade desportiva falada há décadas. Resta agora esperar que o concurso tenha empresas interessadas.
O presidente da Associação de Futebol de Santarém, Francisco Jerónimo, esteve presente na reunião de câmara e salientou a importância desta parceria que viabilizou a afectação de recursos para a construção de uma infraestrutura que considera de grande importância para a região. “Estamos certos que já é uma âncora decisiva para que a cidade desportiva seja uma realidade”, garantiu, agradecendo ao executivo municipal por ter acreditado nesse projecto. “Agora só há uma solução, que é fazê-lo”, concluiu o dirigente.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1653
    28-02-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1653
    28-02-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo