Desporto | 25-02-2024 10:00

União de Santarém atravessa um bom momento e não lhe falta ambição

União de Santarém atravessa um bom momento e não lhe falta ambição
Pedro Patrício assumiu o cargo de presidente da direcção da União Desportiva de Santarém em Abril do ano passado para dar continuidade ao projecto iniciado em 2017

A União de Santarém está na luta para regressar rapidamente à Liga 3 do futebol nacional e para já lidera a Série C do Campeonato de Portugal.

Mas no clube não é só o futebol sénior que conta Na formação há cerca de 250 crianças e jovens a praticar a modalidade nos vários escalões. A direcção liderada por Pedro Patrício quer também ultrapassar a barreira de um milhar de sócios este ano e arrancar com uma equipa de futebol feminino de alto nível.

Pedro Patrício assumiu o cargo de presidente da direcção da União Desportiva de Santarém em Abril do ano passado para continuar o projecto iniciado em 2017. O dirigente sublinha que o clube está disponível para trabalhar com todos os clubes da região e diz que é fundamental apoio municipal e também do tecido empresarial para se ir mais além. “Temos que trabalhar todos em conjunto para sermos uma referência nacional do ponto de vista desportivo, para os jovens continuarem a prática do futebol em Santarém”, realçou.
Segundo o dirigente desportivo, o clube actualmente não tem dívidas, embora tenha pouco património. Actualmente a UDS tem apenas a modalidade de futebol, em todos os escalões de formação e em seniores, que disputam o Campeonato de Portugal. São cerca de 250 crianças e jovens que treinam nos vários escalões. A ambição é ter mais atletas na formação. Têm muita procura mas a falta de infraestruturas não lhes permite continuar a crescer. Pelo menos por enquanto. “Além do Campo Chã das Padeiras, temos o campo na Ribeira de Santarém onde treinamos todos os dias mas temos vários problemas, que estamos a resolver com a empresa municipal Viver Santarém”, explica Pedro Patrício.
O clube pretende também voltar rapidamente à Liga 3 do futebol nacional. De preferência já no final desta época. A União de Santarém venceu o Alverca B no domingo, 18 de Fevereiro, em casa, por 3-1, e mantém-se no primeiro lugar da Série C do Campeonato de Portugal. Faltam oito jogos e depois há mais uma fase de apuramento onde a equipa, se ficar nos dois primeiros lugares da fase regular, vai disputar a subida à Liga 3. Os adeptos têm sido fundamentais e no último jogo encheram as bancadas sempre a apoiar os jogadores.
Pedro Patrício considera que os pais dos atletas são o motor do clube e fundamentais para todo o sucesso da União de Santarém. O presidente da direcção refere que têm feito o possível para envolver as pessoas da cidade e do concelho. Outra das ambições é ultrapassar a barreira de um milhar de sócios este ano e estão já a trabalhar nesse projecto. Os dirigentes querem também arrancar com uma equipa de futebol feminino de alto nível.
“Queremos muito entrar no futebol feminino e com uma equipa em escalões nacionais para que possa, inclusive, vir a ter visibilidade internacional. A União de Santarém é o clube mais representativo do Ribatejo mas queremos que seja um clube ao nível da 1ª Liga ou 2ª Liga nacional, sobretudo e, como já disse, para que os jovens de Santarém possam continuar a jogar na sua terra e não terem que sair de cá”, sublinha.
Pedro Patrício é natural de Santarém onde viveu até aos 17 anos quando foi estudar para Lisboa, mas mantém uma relação muito próxima com a sua cidade, onde tem casa e a sua família e é frequente vê-lo por Santarém. O gestor hospitalar do Hospital da Luz, em Lisboa, aceitou o desafio para ser presidente da União de Santarém por acreditar neste projecto, que, garante, não é só do clube mas de toda a cidade.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo