Desporto | 23-06-2024 21:00

Acrobratikdays de Fátima tem uma história curta mas já cheia de sucessos

Acrobratikdays de Fátima tem uma história curta mas já cheia de sucessos
O clube Acrobatikdays é um caso de sucesso em Portugal e ambiciona ter um Centro de Treinos de Alto Rendimento em Fátima

Sérgio Maurício, director do Acrobatikdays - Clube de Ginástica de Fátima, diz que os títulos nacionais conquistados e o trabalho desenvolvido pela associação em apenas 10 anos deve ter mais reconhecimento a nível regional e nacional.

Com 150 praticantes e lista de espera para inscrição, o segredo do sucesso está na competência da equipa técnica, no empenho dos atletas e no apoio dos pais e outras entidades.

O Grupo de Ginástica Acrobatikdays, de Fátima, foi fundado em 2014, mas em 10 anos já deu provas de si com títulos distritais e nacionais, colectivos e individuais. O mais recente foi o título de vice-campeão nacional em Teamgym Junior. Sérgio Maurício é o responsável pelo clube. Treinador de ginástica desde 1991, é também o selecionador distrital e o principal impulsionador do projecto, em 2014, quando se mudou para Fátima. No primeiro ano de existência, conquistaram títulos distritais e nacionais e acredita que foi a mudança de imagem que levou o clube a receber cada vez mais inscrições, ao ponto de hoje ter 150 atletas e com lista de espera para inscrição.
O percurso do clube tem sido à custa de muito trabalho e esforço, com muitas conquistas pelo meio. Sérgio Maurício acredita que está na altura das entidades nacionais e locais olharem para o clube como um grupo nacional titulado e que quer chegar além-fronteiras. “Já temos provas dadas. Três competições internacionais, atletas a nível individual na primeira divisão nacional, títulos nacionais e distritais em várias modalidades. Gostávamos que olhassem para nós como um clube mais a sério, merecemos esse voto de confiança. Está na hora de termos outras condições para chegar mais longe, sabemos que o dinheiro não aparece por milagre, mesmo estando em Fátima, mas já mostrámos que merecemos”, atira em jeito de brincadeira.
Sérgio Maurício escolheu toda a equipa de treinadores e acredita que esse tenha sido o principal factor do rápido sucesso e de crescimento do clube. “As pessoas que temos são muito competentes, técnica e profissionalmente e com grande valor humano. Acima de tudo, temos muita ligação pessoal e de amizade aos atletas e a parte humana vem primeiro” explica. No clube, há atletas dos três aos 18 anos, mas o dirigente garante que o foco não está em ganhar medalhas mas na evolução desportiva e pessoal do atleta. Um espaço maior, dotado de equipamentos mais sofisticados, é o próximo passo que o clube ambiciona.
O município de Ourém e a Federação de Ginástica de Santarém têm sido importantes apoios, mas Sérgio Maurício confessa que os principais patrocinadores da modalidade são os pais. “Pagam viagens, seguros, provas, equipamentos, ajudam quando é preciso, eles são os principais patrocinadores da modalidade, para os atletas principalmente, mas também para os clubes” agradece o director.

Centro de Treinos de Alto Rendimento é um sonho
A classe entre os três e os cinco anos apenas treina uma vez por semana, sendo os treinos até aos 10 anos, duas vezes por semana e uma hora de treino cada. A partir dos 10 anos até à maioridade continuam duas sessões semanais mas com duas horas cada sessão. A última classe é a de elite, que conta com 12 atletas, que treina 16 horas por semana, várias vezes todos os dias e com provas ao fim de semana. Sérgio Maurício acredita que o clube é um caso único de sucesso em Portugal, pelo que conquistou com apenas 10 anos de existência. “Grande parte do investimento inicial fui eu que o fiz, numa cidade onde a modalidade não existia. Passámos a barreira dos 100 atletas, participámos em torneios internacionais, ganhámos títulos nacionais. O que é que conseguimos fazer daqui a 20 anos?” deixa no ar, com um sorriso.
O dirigente não esconde que o grande sonho para o futuro é criar um Centro de Treinos de Alto Rendimento em Fátima. “A localização é central, perto da A1, com bons acessos, óptima hotelaria, conhecida em todo o mundo pelo turismo, com excelentes atletas de ginástica, parece-me o local ideal” diz, afirmando que já falou com algumas entidades sobre o projecto.

Gestão entre estudos e treinos nem sempre é fácil

Eva Jesus, de 13 anos, e Laura Jesus, de 15, são duas das atletas campeãs nacionais do clube. Eva Jesus é campeã nacional de trave olímpica e de paralelas assimétricas e Laura Jesus campeã nacional de TeamGym. Começaram a praticar a modalidade com seis anos, Laura Jesus por recomendação da tia e Eva Jesus depois de ter visto um sarau da modalidade. Acreditam que a gestão da rotina entre treinos, estudo e descanso é uma questão de organização, mas que com paixão pela modalidade é mais fácil fazer esforços.
Nem sempre é fácil manter a rotina, ficando muitas vezes as horas de descanso para trás para dar prioridade às horas de estudo e treinos. Eva Jesus acredita que os nervos antes das provas e o receio de não conseguir gerir o tempo entre os testes escolares e as provas é a maior dificuldade. Por sua vez, Laura Jesus acredita que o controlo psicológico é o mais desafiante. “Quando a prova não está a correr bem, ou o exercício não sai, temos de ser muito resilientes e ir buscar forças a qualquer lado, mas têm de vir” afirma.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1672
    10-07-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1672
    10-07-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo