Sociedade | 23-12-2023 10:00

Morre em despiste no dia em que tirou carta de moto

Morre em despiste no dia em que tirou carta de moto
João Reguinga, de 22 anos, faleceu num despiste de mota em Almeirim. fotoDR

João Reguinga tinha experiência em motos tendo começado a conduzir e a participar em provas de motocross na adolescência, pelo que para muitos é estranho como é que o jovem de Fazendas de Almeirim, com 22 anos, se despistou numa recta na circular urbana de Almeirim.

O acidente de João Reguinga, além de provocar uma onda de consternação em Fazendas de Almeirim, onde vivia com os pais, é um mistério para muita gente que não consegue encontrar uma lógica para o sucedido. João, 22 anos de idade, circulava numa Ninja 1000 na circular urbana José Sousa Gomes, em Almeirim, quando se despistou e perdeu a vida no local. O motociclista, habituado a andar de moto desde a adolescência, foi projectado e ficou a vários metros da moto numa zona de recta com boa visibilidade, perto do hipermercado Pingo Doce, não se percebendo como é que se despistou.
Os bombeiros e a equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação ainda fizeram manobras de reanimação, mas João Reguinga não resistiu aos ferimentos graves que sofreu. Ao presidente da Junta de Fazendas de Almeirim faz confusão como é que o jovem teve o acidente sendo bastante experiente na condução de motos e tendo participado desde a adolescência em provas de motocross. João Apolinário, que tem um neto amigo do falecido, conta que o jovem brincava com as motos e já tinha muita experiência em motas de grande cilindrada, porque costumava andar com uma de 600 centímetros cúbicos.
O acidente ocorreu na sexta-feira, 15 de Dezembro, cerca das 21h15, no mesmo dia em que tinha feito o exame de condução de motos da categoria A, que não tem limite de cilindrada ou de potência. No domingo quatro centenas de motards, entre amigos de João Reguinga e participantes na iniciativa Moto-Natal Almeirim, organizada pelo Movimento Palco e Mov Almeirim, concentraram-se no local do acidente para uma homenagem tendo sido cumprido um minuto de silêncio em memória de João Reguinga.
João Reguinga era um jovem alegre e divertido e conhecido por ser amigo de toda a gente, como aliás é conhecida a família em Fazendas de Almeirim. Trabalhava na construção civil com o pai e ambos tinham uma relação de companheirismo sendo frequente irem à pesca juntos, por exemplo. O presidente da junta conta a O MIRANTE que se sente na freguesia um sentimento de muita consternação, de pena pelo sucedido, mesmo por parte de pessoas que não conheciam o jovem, mas que estão a sofrer com o desgosto da família que é muito conhecida na localidade.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1652
    21-02-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1652
    21-02-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo