Sociedade | 06-11-2023 07:00

Vila Franca de Xira foi anfitriã das Wellington Honours

Vila Franca de Xira foi anfitriã das Wellington Honours
Foto CMVFX

Sessão evocativa realizou-se no Museu do Neo-Realismo.

A cidade de Vila Franca de Xira foi a anfitriã este ano da cerimónia evocativa das Linhas de Torres, onde foram entregues as Wellington Honours, um conjunto de distinções em várias categorias instituídas pela Rota Histórica das Linhas de Torres (RHLT), do qual Vila Franca de Xira é membro fundador.

A cerimónia, que teve lugar a 20 de Outubro no Museu do Neo-Realismo, distinguiu pessoas e entidades pelo seu empenho em prol da divulgação e preservação das Linhas de Torres. Na área do ­Ambiente e Sustentabilidade foi distinguida a AIDGLOBAL, Acção e Integração para o Desenvolvimento Global. Na Cultura e Criatividade o Grupo de Danças Históricas da Batalha do Vimeiro. Na Acessibilidade e Inclusão a Associação VOA – Inclusão para a Deficiência. No Desporto e Movimento foi reconhecido o papel do Clube Desportivo, Recreativo e Cultural da Calhandriz. E por fim, na área da Promoção e Divulgação, foi reconhecido o trabalho do historiador e ex-administrador da Fábrica da Loiça de Sacavém, Clive Gilbert, que foi também presidente da British Historical Society de Portugal.

A RHLT é uma associação sem fins lucrativos destinada a desenvolver o potencial turístico e patrimonial das Linhas de Torres Vedras, constituída pelos municípios de Arruda dos Vinhos, Loures, Mafra, Sobral de Monte Agraço, Torres Vedras e Vila Franca de Xira. Considerado o maior e mais eficaz sistema defensivo da Europa, as Linhas de Torres foram um sistema militar defensivo erguido a norte de Lisboa entre 1809 e 1810 e tiveram um papel fulcral na defesa do país aquando das invasões napoleónicas.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1668
    12-06-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1668
    12-06-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo