Economia | 06-05-2024 07:00

Mercadona aposta cada vez mais em produtos nacionais como o azeite de Riachos

Os supermercados da Mercadona têm vindo, desde que chegaram a Portugal, a aumentar a aposta nos produtos nacionais. Uma medida que é para continuar com a abertura de mais lojas. Um dos fornecedores é de Riachos, concelho de Torres Novas.

A Mercadona, que está a construir o maior bloco logístico da empresa em Almeirim, tem vindo a apostar na compra de produtos a fornecedores nacionais, tendo alcançado em 2023 os 1.178 milhões de euros. No distrito de Santarém, onde a empresa tem já um supermercado, a Mercadona colabora, por exemplo, com a Riazor, em Riachos, Torres Novas, especialista na produção de azeite 100% português.
Do peixe comprado diariamente em lotas nacionais, ao azeite 100% português, a Mercadona procura os melhores fornecedores especialistas, de Norte a Sul até às ilhas, promovendo a exportação e permitindo um crescimento partilhado e sustentável. Refere a empresa que desde 2019, ano em que abriu o seu primeiro supermercado em Portugal, o volume de compras foi crescendo, passando dos 217 milhões de euros nesse ano, para os 1.178 milhões de euros em 2023, valor que aumentará com a abertura de mais 11 lojas este ano.
A Mercadona mantém-se fiel ao seu compromisso de desenvolvimento de uma Cadeia Agroalimentar Sustentável, apostando no sector primário português e desenvolvendo com os seus fornecedores relações estáveis, de compromisso e a longo prazo, permitindo um crescimento sustentável para todos os elos da cadeia. A empresa compra diariamente peixe em lotas nacionais ou pera rocha do Oeste, entre outros produtos, promovendo a exportação e dando a conhecer o que de melhor que se produz em Portugal. Segundo a marca, esta aposta tem-se revelado não só um motor de desenvolvimento económico e social, como também, e sobretudo, uma aposta na diferenciação.
O director da Cadeia Agroalimentar da Mercadona, Pedro Barraco, refere que se trabalha “diariamente para que seja possível encontrar, em todas as secções, um sortido variado” que permita aos clientes levarem para casa um carrinho de compras de qualidade e à portuguesa. “Esta aposta na produção nacional permite uma maior frescura dos nossos produtos e, ao longo destes quase cinco anos em Portugal, temos tido a oportunidade de trabalhar com excelentes fornecedores, bastante motivados e com vontade de crescer connosco”, refere. A empresa prevê terminar o ano com 60 lojas em Portugal e estar presente em 12 distritos.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo