Economia | 06-02-2019 09:00

Estudo de mercado sobre Moçambique a pensar nas empresas da região

País africano é considerado economicamente atraente para as empresas portuguesas.

De acordo com um estudo publicado pela Nersant - Associação Empresarial da Região de Santarém, Moçambique é um mercado bastante atraente para as empresas portuguesas, não só pela partilha da língua, mas também pelas poucas barreiras e pré-requisitos à entrada de produtos. O país está também a aumentar as suas importações, o que pode reflectir-se numa oportunidade para as empresas portuguesas.
O estudo começa mesmo por afirmar que “Portugal e Moçambique desde sempre mantiveram uma relação respeitosa e forte”. Não é, assim, de estranhar, que Moçambique esteja entre os principais 10 países, fora da União Europeia, para onde Portugal mais exporta e tenha sido, no período compreendido entre o 1º e o 3º trimestres de 2015, o 18º principal cliente externo de Portugal, com um peso de 0,7%.
Verifica-se ainda uma importância especial do mercado de Moçambique para as empresas portuguesas, uma vez que cerca de metade das empresas que exportaram bens para Moçambique (47,7%) fizeram-no exclusivamente para esse mercado, tendo sido responsáveis por 45,6% do valor exportado.
Inversamente, Portugal ocupa a 4ª posição na lista de principais fornecedores de Moçambique, a seguir aos Países Baixos, que estão na 3ª posição, o que significa que, em matéria de exportações, Portugal ainda pode cimentar a sua relação com este país. No topo da lista de Moçambique de produtos mais importados surgem os Combustíveis e Óleos Minerais (peso de 13%) seguidos das máquinas e aparelhos mecânicos (peso de 12%).
Para além de apresentar toda a caracterização socioeconómica, política e fiscal do mercado, o estudo apresenta ainda os procedimentos para a exportação necessários a quem pretende colocar os seus produtos ou serviços naquele país. É divulgada a documentação necessária ao processo de exportação, os regimes aduaneiros, proibições e procedimentos especiais, as mercadorias com regime especial, certificações e vistorias necessárias, requisitos de embalagem e rotulagem, principais custos associados às exportações e regime pautal de Moçambique.
O estudo completo referente ao mercado de Moçambique está já a ser distribuído pela Nersant e encontra-se também disponível para consulta em www.exportribatejo.com. O referido estudo está também disponível para outros mercados tais como Austrália, Canadá, Chile, Colômbia, Gana, Marrocos, México, Polónia e Turquia.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1416
    14-08-2019
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1416
    14-08-2019
    Capa Vale Tejo