Economia | 07-04-2021 15:00

Financiamento ao sector social debatido na Feira Social Digital da Nersant

Financiamento ao sector social debatido na Feira Social Digital da Nersant
ECONOMIA

Sessão teve como objectivo dotar as entidades da economia social de conhecimentos que lhes permitam elaborar um plano de financiamento para apresentação a linhas de crédito.

“Financiamento ao Sector Social em tempos de pandemia” foi mais um tema em debate na sessão de workshops direccionados ao sector da Economia Social e integrados na iniciativa da Nersant CAFÉ IN Digital Social. A sessão teve como objectivo dotar as entidades da economia social de conhecimentos que lhes permitam elaborar um plano de financiamento para apresentação a linhas de crédito.

Paulo Amorim, director adjunto da direcção comercial da Economia Social e do Sector Público do Banco Montepio, e Mário Machado, responsável do departamento da Economia Social e do Sector Público - Centro Sul, foram os oradores do webinar que decorreu com a participação de cerca de 50 participantes.

Paulo Amorim explicou às entidades presentes que o Banco Montepio dispõe de uma “equipa especializada e dedicada ao Sector Social”, disponível para apoiar as instituições neste momento de fragilidade causado pela pandemia. Mário Machado interveio de seguida facultando algumas dicas para as entidades poderem “estruturar um pedido de financiamento em quatro passos”. Caracterização da instituição, definição da finalidade do empréstimo, elaboração de um plano de negócios (no caso de criação de novas vagas) ou análise financeira do projecto e respectivas projecções económico-financeiras e disponibilização de dados necessários na formalização (relatório de actividades e contas, memória descritiva, entre outros elementos) são os passos necessários para realizar um pedido de financiamento bem-sucedido.

O presidente da comissão executiva da Nersant - Associação Empresarial da Região de Santarém, - António Campos, comentou a sessão afirmando que “algumas instituições têm dificuldade em lidar com dívida, mas a mesma, se for equilibrada, é um factor de desenvolvimento”. “O endividamento pode ser uma solução saudável” e “a banca foi feita para facilitar o funcionamento da economia”, concluiu. O ciclo de workshops CAFÉ IN Digital Social encerrou a 26 de Março, com a apresentação da plataforma de negócios da Nersant, Compro no Ribatejo, onde está a decorrer a Feira Social Digital, certame que terminou a 31 de Março.

Mais Notícias

    A carregar...