Economia | 02-05-2021 15:00

Benavente quer criar incubadora de empresas

Benavente quer criar incubadora de empresas
ECONOMIA

Projecto vai ocupar as instalações onde funciona a Protecção Civil Municipal e está a ser desenvolvido numa parceria entre o município e a Nersant.

A Câmara de Benavente, em parceria com a Nersant, está a desenvolver um projecto para a criação de uma incubadora de empresas no espaço do Núcleo do Sorraia, onde funcionam os serviços da Protecção Civil Municipal. A informação foi avançada pelo presidente do município, Carlos Coutinho (CDU), na última reunião do executivo, a propósito da revisão orçamental para a abertura de uma rubrica que permita desenvolver esse mesmo projecto.

Em declarações a O MIRANTE, o autarca afirmou que se pretende “aproveitar as oportunidades de financiamento” do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) ou de fundos comunitários para realizar obras de adaptação e ampliação do edifício para a instalação da incubadora, mas também para criar melhores condições para a Protecção Civil.

Além da incubadora de empresas, adiantou Carlos Coutinho, é intenção do município e da associação empresarial do distrito de Santarém transferir para o mesmo edifício o gabinete de apoio ao empresário que actualmente funciona na câmara municipal.

Já em 2007, recorde-se, a Câmara de Benavente, na altura presidida por António Ganhão, tentou implementar no concelho uma incubadora de empresas com o objectivo de criar um espaço de instalação de novas micro e pequenas empresas durante os primeiros anos de existência, disponibilizando um conjunto de serviços comuns a um custo reduzido, mas o projecto nunca avançou.

Mais Notícias

    A carregar...