Economia | 28-09-2022 17:59

Protocolo com Caldas da Rainha gera discussão na Câmara de Rio Maior

Miguel Paulo, vereador do PS na Câmara de Rio Maior

Vereador socialista criticou assinatura de acordo sem ser dado conhecimento do mesmo à oposição. Protocolo visa fomentar a cooperação entre os dois municípios sobretudo nas áreas do desporto, turismo e cultura.

O vereador socialista da Câmara de Rio Maior, Miguel Paulo, acusou a maioria PSD/CDS que gere o município de “deselegância” por ter assinado um protocolo de cooperação com o município de Caldas da Rainha, durante a última FRIMOR – Feira Nacional da Cebola, sem dar conhecimento à oposição. O vice-presidente da autarquia, João Lopes Candoso (PSD), alegou que o documento já tinha sido aprovado no mandato passado, mas a resposta não convenceu o colega de vereação.
Para Miguel Paulo foi uma “deselegância” a Câmara de Rio Maior ter assinado um protocolo de cooperação com Caldas da Rainha, na inauguração da FRIMOR em Rio Maior, no dia 1 de Setembro, sem que os eleitos da oposição tivessem sido informados da iniciativa e do seu conteúdo. Miguel Paulo, que criticou a omissão do assunto na reunião de câmara de 9 de Setembro, lamentou só ter tido conhecimento do protocolo no momento da assinatura e questionou a validade do mesmo por não ter sido votado em sede de executivo municipal.
Assumindo a presidência da reunião na ausência do líder do executivo, Filipe Santana Dias, por motivo de férias, o vice-presidente da autarquia, João Lopes Candoso explicou que o protocolo já tinha sido aprovado no mandato anterior. Segundo Lopes Candoso, a mudança de liderança na Câmara das Caldas da Rainha foi o motivo para a demora na assinatura do acordo. O vice-presidente da Câmara de Rio Maior adiantou que o protocolo visa fomentar a cooperação entre as duas autarquias sobretudo nas áreas do desporto, turismo e cultura e disponibilizou-se para entregar à oposição cópias do documento, mas a justificação não convenceu o vereador socialista. “Se o protocolo vincula a câmara, também me vincula a mim, como vereador, portanto o mínimo é ter conhecimento dele antes de ser assinado”, reiterou Miguel Paulo pedindo que o mesmo “não se volte a repetir” no futuro.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1587
    01-09-2021
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1587
    01-09-2021
    Capa Vale Tejo