Economia | 11-11-2022 09:59

Cartaxo continua a ser dos municípios mais endividados do país

O presidente da Câmara do Cartaxo, João Heitor (PSD), herdou uma situação financeira complicada na autarquia em 2021

Vinte autarquias ultrapassaram o limite de endividamento permitido por lei em 2021. A Câmara do Cartaxo é uma delas e estima-se que cerca de metade do seu orçamento foi gasto em salários.

Segundo o Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses, apresentado na segunda-feira, 7 de Novembro, vinte municípios ultrapassaram o limite de endividamento permitido por lei em 2021. O Cartaxo continua a marcar presença na lista, em quarto lugar, sendo que, segundo apurou O MIRANTE, cerca de metade do orçamento foi gasto em salários. Uma dúzia de municípios, incluindo o Cartaxo, já estão a pagar empréstimos a programas de apoio para câmaras endividadas, designado por FAM (Fundo de Apoio Municipal).
Os 20 municípios tinham no final do ano passado uma dívida total superior em 1,5 vezes à média da receita corrente líquida cobrada nos três anos anteriores. Segundo a lei das finanças locais, os municípios poderão ter cortes de 10% nas transferências do Estado e devem requerer a aplicação de um plano de saneamento financeiro, através da contração de um empréstimo.
Segundo o documento, a lista de câmaras que ultrapassaram o limite de endividamento é encabeçada por Fornos de Algodres, Vila Franca do Campo, Vila Real de Santo António, Cartaxo, Nordeste, Nazaré e Fundão. Os restantes municípios são Portimão, Vila Nova de Poiares, Alfândega da Fé, Freixo de Espada à Cinta, Alandroal, Lagoa (Açores), Reguengos de Monsaraz, Belmonte, Paços de Ferreira, Seia, Évora, Peso da Régua e Tabuaço.

Abrantes no top sete
Abrantes é um dos sete concelhos com maior pontuação no ranking global. A melhor pontuação foi atingida pelo município de Sintra, seguido por Santa Maria da Feira e Marinha Grande. Apenas sete concelhos tiveram pontuação igual ou superior a 80%: Sintra, Santa Maria da Feira, Maia, Marinha Grande, Abrantes, Santana (Madeira) e Grândola.
O concelho de Santarém não está nos 100 melhores desempenhos deste índice global. Ausentes estão também outras capitais de distrito, como Beja, Braga, Coimbra, Évora, Faro, Guarda, Lisboa, Portalegre, Setúbal, Viana do Castelo, Vila Real, Viseu e a maior cidade da Madeira, Funchal.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1587
    01-09-2021
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1587
    01-09-2021
    Capa Vale Tejo