Economia | 06-01-2023 21:00

Palácio Alvim apontado como hipótese para ninho de empresas em Tomar

Palácio Alvim apontado como hipótese para ninho de empresas em Tomar
Criar um espaço de co-working é uma das ideias em cima da mesa para o Palácio Alvim. fotoDR

Município de Tomar aponta como uma boa solução a criação de um ninho de empresas/espaço de co-working para rentabilizar o edifício do Palácio Alvim. Espaço também já foi apontado como futura residência para estudantes.

Depois de ter sido apontado como uma boa possibilidade para a criação de uma residência para estudantes, o edifício do Palácio Alvim, onde funcionou a Polícia de Segurança Pública, é visto como uma boa alternativa para a implementação de um ninho de empresas/espaço de co-working. A informação foi dada por Hugo Cristóvão, vice-presidente da autarquia, na última sessão camarária.
O autarca diz que a criação de um projecto para o espaço está a ser equacionado, faltando apenas decidir se será o município a investir com capitais próprios, realizando à posteriori a sua gestão, ou se vai estabelecer uma parceria com um grupo privado, que fizesse o investimento inicial e depois gerisse o espaço em conjunto com a autarquia.
Tiago Carrão, vereador do PSD, único partido na oposição à maioria socialista, concorda com a medida, afirmando apenas que o município deve arranjar uma definição concreta e tentar explorar a opção com visão estratégica. “Para o PSD essa solução seria bastante interessante e poderia dar uma nova dinâmica ao centro histórico de Tomar. Quero deixar aqui um repto para que em vez de ninho de empresas se implemente uma incubadora, uma vez que acrescentaria um conjunto de serviços e sinergias muito maiores”, sublinhou.
A implementação de uma incubadora de empresas não é novidade na retórica do PSD de Tomar. No anterior mandato de Anabela Freitas à frente dos destinos da autarquia, os vereadores sociais-democratas lamentaram várias vezes o concelho de Tomar ser o único município da região de maior dimensão que não tem uma incubadora de empresas. Recorde-se que no distrito de Santarém existem cerca de uma dezena de incubadoras de empresas ou parques de negócio, nomeadamente em Abrantes, Almeirim, Azambuja, Cartaxo, Coruche, Torres Novas, Santarém, Ourém e Rio Maior.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1597
    01-02-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1597
    01-02-2023
    Capa Médio Tejo