Economia | 01-02-2023 15:00

O Silas continua a ser uma referência para quem gosta de uma boa bifana

O Silas continua a ser uma referência para quem gosta de uma boa bifana
Dolores Martins (gerente) e José João Martins (fundador)

Fundado há quarenta anos em Muge e actualmente gerido por Dolores Martins, mantém o arrojo criativo, a qualidade e o bom acolhimento.

No Silas, em Muge, em frente à Igreja Matriz, o convite ao viajante está bem visível na parede exterior, em letras garrafais: "Vai uma bifana?". Fundado em 1982 por José Martins, no coração do Ribatejo, o espaço informal privilegia o bom sabor e o bom acolhimento. Desde o primeiro dia que o Silas procura destacar-se pela novidade e arrojo criativo, marcando a sua posição na preparação de um elemento tão singular da culinária portuguesa como a bifana.
Desde a Bifana mais simples à mais elaborada, como a Bifana Extravagante, a Camponesa, a Ibérica, todas elas são preparadas com produtos frescos e autênticos. É utilizado um pão cozido em forno a lenha, crocante e saboroso e a carne é cuidadosamente seleccionada e confeccionada para garantir uma verdadeira experiência de sabores.
Actualmente gerido pela filha do fundador, Dolores Martins, o Silas, também conhecido pelo horário alargado, apresenta uma nova decoração com novos produtos que prometem satisfazer e surpreender os clientes.
Neste início de 2023, para além das inovações gastronómicas, o cliente é desafiado a descobrir qual o tema dedicado à decoração escolhida para o primeiro trimestre.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1669
    19-06-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1669
    19-06-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo