Economia | 08-02-2023 07:00

Ficou deserto concurso público para requalificação de edifício devoluto em Alcanena

Ficou deserto concurso público para requalificação de edifício devoluto em Alcanena
Executivo municipal de Alcanena pretende instalar serviços públicos num edifício devoluto, situado na Praça Marechal Carmona, mas concurso para requalificação ficou deserto

Autarquia quer instalar serviços públicos num edifício devoluto, situado na Praça Marechal Carmona, mas o concurso público para o projecto de requalificação ficou deserto. Aumento do preço base da empreitada foi aprovado por unanimidade.

Não há empresas interessadas no projecto de requalificação de um edifício devoluto na Praça Marechal Carmona, em Alcanena. O objectivo da reabilitação do edifício, doado em 1950 à autarquia, é transferir e instalar diversos serviços públicos, como o Espaço Cidadão ou o Espaço Empresa.
O presidente da Câmara de Alcanena, Rui Anastácio, revelou na reunião camarária de 23 de Janeiro que “foi feito um concurso que ficou deserto”. Como explicou, foram tentados contactos directos com empresas que se revelaram infrutíferos devido aos valores apresentados, definidos antes da situação de inflação actualmente vivida e que “estão fora do que está a ser praticado no mercado”. O assunto foi debatido na sessão camarária para o executivo deliberar e aprovar o aumento do preço base da empreitada, ponto da ordem de trabalhos que foi aprovado por unanimidade.
Os vereadores do Partido Socialista mostraram-se preocupados com a hipótese de os próximos concursos públicos para a reabilitação do edifício voltarem a ficar desertos. Rui Anastácio (PSD/CDS/MPT) admitiu partilhar a mesma preocupação, acrescentando que “a ideia é colocar o projecto numa candidatura ao programa Portugal 2030”.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1668
    12-06-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1668
    12-06-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo