Economia | 13-04-2023 10:00

Ministra da Agricultura diz que o foco do Observatório dos Preços é a transparência

Ministra da Agricultura diz que o foco do Observatório dos Preços é a transparência
Maria do Céu Antunes acredita que o observatório vai permitir perceber como é feita a distribuição de valor

Maria do Céu Antunes sublinhou que a plataforma que foi criada pelo Governo não serve para fiscalizar os preços, mas sim para dar informação e ajudar a trabalhar de forma mais transparente.

A ministra da Agricultura reiterou que o foco do Observatório dos Preços “é a transparência”, realçando ainda a informação ao consumidor, aos diversos elementos da cadeia agroalimentar e ao Governo para a definição das políticas públicas. “Trabalharemos nas diversas fases, mas sempre com o foco na transparência, na informação ao consumidor, aos diversos elementos da cadeia e que o Governo possa ter a melhor informação na definição das políticas públicas”, afirmou Maria do Céu Antunes, no dia 5 de Abril, questionada sobre o Observatório de Preços “Nacional é Sustentável” + Transparência da Cadeia e a polémica sobre o recurso a entidades privadas para analisar os preços ao consumidor.
A ministra falava aos jornalistas no Peso da Régua, à margem de uma visita ao Instituto dos Vinhos do Douro e Porto (IVDP). “Este observatório serve para nos dar dados, para nos dar informação que nos ajude a trabalhar de forma muito transparente e que ajude, inclusivamente, a não colocar sectores uns contra os outros porque estamos verdadeiramente todos empenhados na construção de políticas que ajudem os diversos elementos da cadeia de valor a ter esse mesmo valor e que, no final do dia, o consumidor possa ter acesso a produtos em quantidade, em qualidade e também no preço que é justo”, salientou.
Maria do Céu Antunes explicou que a plataforma vai fornecer mecanismos de alerta, dados e, com base nisso, vai ser avaliado a “todo o tempo aquilo que acontece” e, inclusivamente, vai “permitir aos intervenientes na cadeia agroalimentar conhecer aquilo que hoje não é conhecido, como é que é feita a distribuição de valor, desde a produção até à distribuição”.
A ministra sublinhou ainda que a plataforma “que foi criada não serve para fiscalizar”, considerando que “é bom que, de uma vez por todas, todos tenham essa percepção”. O Governo assinou contratos com a Euroteste e com a Consulai, no âmbito do Observatório de Preços, para obter informações sobre os preços para o consumidor, bem como a metodologia de análise da cadeia de valor.
Maria do Céu Antunes fez questão de esclarecer que o observatório é um processo diferente da redução do IVA nos alimentos de primeira necessidade, apesar de estarem, agora, a concretizar-se em simultâneo.
Sobre as dúvidas lançadas sobre a redução dos preços ou não, Maria do Céu Antunes reforçou que o trabalho que está a ser feito assenta no compromisso que foi assumido entre o Governo, a distribuição e a produção “no sentido de fazer uma estabilização dos preços e a sua diminuição ao consumidor”. “Estamos em crer que isso vai ser possível ser cumprido”, frisou.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo