Economia | 05-06-2023 07:00

UCARDIO promove início de programa de desfibrilhação em Riachos

UCARDIO promove início de programa de desfibrilhação em Riachos
Centro Clínico Unidade Cardiovascular inaugurou o programa de desfibrilhação no decorrer das comemorações do centenário da freguesia de Riachos. fotoDR

Ocorrem dez mil casos anuais de paragem cardiorrespiratória de origem cardíaca e apenas 3% das vítimas sobrevive. Objectivo é aumentar a taxa de sobrevivência.

A UCARDIO - Centro Clínico Unidade Cardiovascular, inaugurou o Programa de DAE (Desfibrilhação Automática Externa) em Riachos, a 28 de Maio, durante as comemorações do centenário da freguesia e no contexto do Mês do Coração. A iniciativa contou com o apoio da junta da freguesia, a que se juntou a Câmara Municipal de Torres Novas.
O evento esteve associado a uma série de actividades da UCARDIO, nesse fim-de-semana, nos concelhos de Torres Novas e Entroncamento dedicados ao tema “Por um Coração Saudável”, focadas na prevenção e promoção da saúde cardiovascular.
Um programa de desfibrilhação automática externa (programa DAE) consiste em disponibilizar, num determinado local, desfibrilhadores automáticos externos (DAEs) e pessoas (operacionais DAE), capazes de assegurar manobras de Suporte Básico de Vida (SBV) e desfibrilhação nos primeiros minutos após a ocorrência de uma PCR e até à chegada do INEM/bombeiros.
Em Portugal ocorrem todos os anos 10.000 casos de paragem cardiorrespiratória de origem cardíaca (PCR), actualmente apenas 3% das vítimas sobrevive. O objectivo de um Programa DAE é aumentar a taxa de sobrevivência das vítimas de PCR, para valores que poderão chegar até aos 74% nos casos em que a desfibrilhação seja administrada nos primeiros três minutos após o colapso. Desfibrilhar é um acto médico, mas em Portugal pode ser delegado em não-médicos no contexto de um Programa DAE.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1669
    19-06-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1669
    19-06-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo