Economia | 25-02-2024 21:00

Mês do Sável em Vila Franca de Xira é desafio para criar roteiro gastronómico

Mês do Sável em Vila Franca de Xira é desafio para criar roteiro gastronómico

Arrancou mais um “Março Mês do Sável” em Vila Franca de Xira, uma referência nos festivais de gastronomia do país que até ao final de Março mostra aos visitantes os sabores de um dos pratos típicos do concelho. Presidente do município defende criação de uma rota gastronómica no Ribatejo.

Há quase uma década que o festival “Março Mês do Sável” une sabores, tradições, a comunidade local e os visitantes em Vila Franca de Xira mostrando o pitéu típico da comunidade avieira.
Foi apresentado sábado, 17 de Fevereiro, na zona ribeirinha da Póvoa de Santa Iria, o certame deste ano que é uma marca registada de VFX e que conta com 32 restaurantes aderentes e a expectativa de se superarem as dez mil refeições servidas no ano passado.
O sável começa a subir os rios nesta época do ano para a desova e a comunidade piscatória local trata de abastecer os restaurantes com esse peixe cuja receita mais conhecida é frito e acompanhado com açorda de ovas. “Temos restaurantes aderentes em todas as freguesias do concelho, o que é importante porque a tradição do sável não é específica só de uma cidade. Espero é que haja bastante sável no Tejo, é o que sempre esperamos em Março”, afirma Fernando Paulo Ferreira, presidente da Câmara de Vila Franca de Xira. Para já, segundo os pescadores da Póvoa de Santa Iria, o sável ainda é pouco para encher as redes mas vai aparecer dentro de uma ou duas semanas.
A juntar ao sável, Vila Franca de Xira apresenta também o seu próprio vinho, o Encostas de Xira, produzido na Quinta Municipal da Subserra e cujo branco arinto foi eleito como um dos cinco melhores vinhos da região de Lisboa. “Duplicámos a produção face ao ano passado, temos mais vinho este ano e agora nas podas estamos a articular com o nosso enólogo para adaptar esse processo a uma nova ideia de sustentabilidade de todo o ecossistema das vinhas. É uma experiência e um processo em evolução”, revela.
Por todo o concelho vão decorrer iniciativas turísticas e culturais para conciliar com a degustação do sável que podem ser consultadas no site do município. A O MIRANTE Fernando Barrinho, presidente da Associação Cultural Avieiros da Póvoa de Santa Iria (ACAPSI), defende que a campanha “Março Mês do Sável” é muito importante para a comunidade, quer enquanto factor de dinamização económica quer enquanto forma de dar a conhecer as tradições avieiras.
A apresentação da campanha na Póvoa de Santa Iria contou também com um showcooking do chef Luís Machado, que confeccionou o prato na hora e o deu a provar a todos os visitantes que estavam na zona ribeirinha. Também actuou o Grupo de Marchas, Danças e Cantares Mulheres Avieiras da Póvoa de Santa Iria e o Rancho Típico Os Avieiros de Vila Franca de Xira.

VFX quer calendário gastronómico
Não faltam sabores para descobrir no Ribatejo, seja a enguia em Salvaterra de Magos, o torricado de bacalhau em Azambuja e VFX, as carnes bravas em Benavente e o sável em VFX. Por isso, o presidente da Câmara de Vila Franca de Xira, Fernando Paulo Ferreira, diz que não seria mal pensado se os autarcas da região se unissem para criar um roteiro gastronómico comum ao longo do calendário, que ajudasse a trazer mais visitantes a cada concelho. “Criar uma associação só para esse efeito não vejo grande interesse, mas criar um calendário gastronómico da região sim, poderia fazer sentido, é uma boa sugestão”, afirma.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo