Economia | 20-06-2024

Ausência de autarcas criticada em conferência da SEDES em Santarém

1 / 22
Ausência de autarcas criticada em conferência da SEDES em Santarém
2 / 22
Ausência de autarcas criticada em conferência da SEDES em Santarém
3 / 22
Ausência de autarcas criticada em conferência da SEDES em Santarém
4 / 22
Ausência de autarcas criticada em conferência da SEDES em Santarém
5 / 22
Ausência de autarcas criticada em conferência da SEDES em Santarém
6 / 22
Ausência de autarcas criticada em conferência da SEDES em Santarém
7 / 22
Ausência de autarcas criticada em conferência da SEDES em Santarém
8 / 22
Ausência de autarcas criticada em conferência da SEDES em Santarém
9 / 22
Ausência de autarcas criticada em conferência da SEDES em Santarém
10 / 22
Ausência de autarcas criticada em conferência da SEDES em Santarém
11 / 22
Ausência de autarcas criticada em conferência da SEDES em Santarém
12 / 22
Ausência de autarcas criticada em conferência da SEDES em Santarém
13 / 22
Ausência de autarcas criticada em conferência da SEDES em Santarém
14 / 22
Ausência de autarcas criticada em conferência da SEDES em Santarém
15 / 22
Ausência de autarcas criticada em conferência da SEDES em Santarém
16 / 22
Ausência de autarcas criticada em conferência da SEDES em Santarém
17 / 22
Ausência de autarcas criticada em conferência da SEDES em Santarém
18 / 22
Ausência de autarcas criticada em conferência da SEDES em Santarém
19 / 22
Ausência de autarcas criticada em conferência da SEDES em Santarém
20 / 22
Ausência de autarcas criticada em conferência da SEDES em Santarém
21 / 22
Ausência de autarcas criticada em conferência da SEDES em Santarém
22 / 22
Ausência de autarcas criticada em conferência da SEDES em Santarém

A SEDES - Associação para o Desenvolvimento Económico e Social organizou uma conferência em Santarém com o tema “Que Centralidade para o Ribatejo?”. Os autarcas presentes contaram-se pelos dedos de uma mão e isso não passou despercebido à organização e aos oradores.

A SEDES - Associação para o Desenvolvimento Económico e Social organizou uma sessão na tarde de quinta-feira, 20 de Junho, na Casa do Campino em Santarém, sob o mote “Que Centralidade para o Ribatejo? Principais vetores de desenvolvimento”, em que o número de autarcas se contou pelos dedos de uma mão. A ausência de autarcas, mas também de responsáveis das instituições de ensino superior que operam no distrito de Santarém, foi primeiro comentada pela presidente do Conselho Coordenador da SEDES/Santarém, Salomé Rafael. “Não temos aqui um único autarca, nós sabemos tudo…. Não temos aqui uma escola superior e temos dois politécnicos no distrito… E relativamente ao turismo a mesma coisa. Somos um distrito em declínio mas parece que já sabemos tudo”, disse a empresária com ironia.

As excepções foram as presenças do presidente da Câmara de Santarém, Ricardo Gonçalves (PSD), que abriu a sessão, e do vereador da Câmara de Santarém Nuno Domingos (PS), que saíram durante a sessão, e do presidente da União de Freguesias da Cidade de Santarém, Diamantino Duarte (PS), que esteve até final e ouviu todos os oradores.

As intervenções estiveram a cargo de José Eduardo Carvalho, presidente da AIP-CCI e ex-presidnte da Nersant, e de Paulo Madruga, da Ernst and Young Portugal. José Eduardo Carvalho apontou a falta de mobilização de compreensão para a situação que se está a viver na região, com estagnação económica e perda de população,referindo que a estagnação de uma região não é irreversível mas para a combater é necessário instilar muita confiança e muita mobilização.

O presidente do Conselho Coordenador da SEDES, Álkvaro Beleza, também notou a ausência de autarcas e outros decisores, considerando que “também deviam ter ouvido o que a gente ouviu”, salientando a qualidade das intervenções.

Durante a sessão foram deixadas algumas ideias e frases fortes de que o MIRANTE dará conta em próximas publicações online e na edição em papel.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo