Especiais | 06-04-2023 10:00

Páscoa é sinónimo de festa em Constância

Páscoa é sinónimo de festa em Constância
ESPECIAL FESTAS DE CONSTÂNCIA
Bênção dos barcos, que afluem de concelhos vizinhos, ao cais de Constância é um dos momentos altos das Festas em Honra de Nossa Senhora da Boa Viagem

As Festas do Concelho de Constância, que incorporam também as celebrações religiosas em honra de Nossa Senhora da Boa Viagem, vão animar a vila ribatejana durante quatro dias. As ruas floridas, as tasquinhas e a bênção dos barcos são alguns dos atractivos que chamam muitos visitantes.

Constância vai estar mais uma vez em festa no fim-de-semana da Páscoa com as Festas do Concelho que integram também as cerimónias religiosas em honra de Nossa Senhora da Boa Viagem, padroeira dos marítimos que outrora ganhavam a vida na faina fluvial e que está na origem das festividades. As ruas floridas e a bênção dos barcos, na segunda-feira, são aspectos pitorescos que chamam muitos visitantes, mas as atracções não se ficam por aí. Espectáculos musicais, tasquinhas, mostras de artesanato e de doçaria, exposições e o Grande Prémio da Páscoa em Atletismo recheiam um programa multifacetado que se estende de 7 a 10 de Abril.
O ponto alto dos festejos ocorre habitualmente na Segunda-Feira de Páscoa, feriado municipal, com as cerimónias religiosas em que se destacam a missa solene, a procissão em honra de Nossa Senhora da Boa Viagem e as bênçãos dos barcos, que afluem de vários concelhos ribeirinhos, nos rios Tejo e Zêzere e das viaturas na Praça Alexandre Herculano.
Por estes dias as ruas da vila são ornamentadas com flores de papel confeccionadas pela comunidade que já há muito tempo está empenhada nessa tarefa. Nas tasquinhas exploradas por associações do concelho pode provar-se alguma da gastronomia local e na zona ribeirinha vai estar o Espaço Jovem, dinamizado por colectividades. David Antunes (sexta-feira), David Carreira (sábado), Jorge Guerreiro (domingo) e Bárbara Bandeira (segunda-feira) são os artistas que vão actuar à noite no palco principal das festas. Há ainda música com DJ madrugada dentro.

Uma devoção com mais de dois séculos
A devoção a Nossa Senhora da Boa Viagem em Constância está associada ao intenso tráfego fluvial de mercadorias que se fez durante séculos entre o porto de Constância e Lisboa. Como se lê no site da Câmara de Constância na Internet, “dos perigos da navegação nasceu o apego dos marítimos à Mãe de Deus e a confiança na sua protectora intervenção. A Festa e a Bênção dos Barcos, em Segunda-Feira de Páscoa, são os momentos culminantes de uma devoção pelo menos bicentenária”. No mesmo texto refere-se que passado o tempo dos marítimos e do transporte fluvial a Festa em Honra de Nossa Senhora da Boa Viagem “entrou em declínio, como as actividades que a geraram e mantiveram, e só não desapareceu porque a Paróquia decidiu assumir a sua organização substituindo os festeiros que já não havia e porque eram muito fundas as raízes que a devoção tinha criado na cultura local”.
A partir dos anos 60 do século XX a festa rendeu-se ao automóvel institucionalizando-se a Bênção das Viaturas na Praça Alexandre Herculano. Mas as festas só ganharam novo fôlego quando António Mendes assumiu a presidência da Câmara de Constância (na segunda metade da década de 80) e se alterou profundamente o figurino das mesmas introduzindo novidades como as ruas floridas, o artesanato, as tasquinhas - inicialmente improvisadas e exploradas também por particulares nas suas próprias habitações - e uma aposta forte no cartaz musical. Um modelo que, na essência, se tem mantido até aos dias de hoje e que continua a atrair muitos visitantes.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo