Especiais | 13-07-2023 15:00

Cinco dias de festa no Porto Alto em honra de Nossa Senhora de Guadalupe

Cinco dias de festa no Porto Alto em honra de Nossa Senhora de Guadalupe
ESPECIAL PORTO ALTO
A procissão em honra de Nossa Senhora de Guadalupe é um dos momentos mais marcantes dos festejos

De 14 a 18 de Julho todos os caminhos vão dar ao Porto Alto. Némanus, Ruth Marlene e Jéssica Portugal, Romeros e Miguel Bravo são alguns dos convidados musicais. Sardinha assada gratuita, actuação de sevilhanas e ranchos folclóricos compõem o cartaz onde não faltam as largadas de toiros diárias.

Centenas de pessoas são esperadas nas Festas do Porto Alto, em honra de Nossa Senhora de Guadalupe, que decorrem de 14 a 18 de Julho. Durante cinco dias a localidade do concelho de Benavente vai ser palco de muita animação com artistas musicais, largadas de toiros, quermesse, divertimentos e procissão. Como é habitual, os festejos desenrolam-se junto à sede da Comissão de Festas. As barraquinhas com comes e bebes vão estar ao longo da rua com algodão doce, pipocas, farturas e bifanas.
Os festejos começam na sexta-feira, dia 14, pelas 17h30. Logo às 19h00 realiza-se a primeira largada de toiros. A componente sagrada dos festejos começa às 21h00 com a oração do terço, seguida da abertura da quermesse. Pelas 22h00 actuam as sevilhanas Las Hermosas e o grupo Alma Flamenca. Os Romeros actuam às 23h00 e por volta das 00h30 abre o espaço DJ’s com Tiago e Viegas a passar música. A primeira largada de toiros nocturna está marcada para às 01h00 e a festa prolonga-se no mínimo até às 03h00.
No segundo dia de festa a alvorada faz-se bem cedo. Pelas 8h00 de sábado, 15 de Julho, já se começam a preparar os campinos a cavalo e amadores para a prova de condução de cabrestos que está agendada para as 10h00. Depois de almoço é altura de visitar a quermesse, às 15h00, porque a partir das 16h00 começa o desfile etnográfico com campinos e lavradores a cavalo. Actuam o rancho folclórico e banda de música da Sociedade Filarmónica União Samorense (SFUS) e a fanfarra da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Azambuja. Pelas 18h00 abre a feira de artesanato no mercado do Porto Alto. Às 19h00 dá-se mais uma largada de toiros e pelas 21h00 reza-se o terço.
A noite de sábado é a mais esperada, sendo distribuída sardinha, pão e vinho gratuitamente. Os fogareiros começam a ser acesos pelas 21h00 quando começam a actuar o Rancho da Casa do Povo da Conceição, de Faro, o Albandeio, de Alpiarça, e o Rancho Folclórico das Janeiras, da Glória do Ribatejo. A finalizar sobe ao palco o Rancho da Arepa do Porto Alto. Na antiga escola primária a noite é dedicada ao fado e no palco principal actua, às 23h00, Miguel Bravo seguido do DJ João Ildefonso, pela 01h30. Os toiros são largados pelo recinto às 02h00 e a festa continua pela noite dentro.
No domingo realiza-se um desfile de motas com o apoio da GM Família de Estrada e pelas 11h00 é largada uma vaca no recinto para os mais jovens. Após a abertura da quermesse acontece pelas 17h30 a eucaristia seguida de procissão em honra de Nossa Senhora de Guadalupe acompanhada pela banda da SFUS e a fanfarra dos Bombeiros de Azambuja. Às 22h00 Bruno China oferece um arraial aos festeiros e meia hora depois começa o concerto com Ruth Marlene e Jéssica Portugal. Nova largada às 00h00 e encerram as festividades.
O Concerto com GM, tributo aos Xutos e Pontapés, acontece na noite de segunda-feira, dia 17. Antes, às 22h00, decorre o concerto com a banda Ferro Velho. Nesse dia as largadas de toiros são às 19h00 e 00h30. Para o último dia, 18 de Julho, estão marcadas novas largadas para as 19h00 e 00h00. O palco prepara-se, a partir das 22h00, para receber os Némanus e os festejos terminam pela 01h00.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo