Especiais | 06-10-2023 21:00

Estrutura Residencial Nova Esperança apoia idosos em dois distritos diferentes

Estrutura Residencial Nova Esperança apoia idosos em dois distritos diferentes
ESPECIAL DIA DO IDOSO
Utentes do LENE de Alcanhões com a cadela Lola. fotoDR

Reconhecida como pessoa colectiva de utilidade pública assume-se como sendo de inspiração evangélica. Sónia Lobato é a presidente da direção.

O Lar Evangélico Nova Esperança (LENE), IPSS é uma ERPI – Estrutura Residencial para Pessoas Idosas, de inspiração evangélica reconhecida como pessoa colectiva de utilidade pública, criada sob a forma de instituição em 1993. Tem sede na freguesia da Maceira Lis, concelho e distrito de Leiria, e dispõe de outra unidade, construída em 2012, na Freguesia de Alcanhões, concelho e distrito de Santarém. A circunstância de trabalhar em dois distritos diferentes com políticas diferentes, nomeadamente no âmbito da Segurança Social e ARS constitui, segundo a presidente da direcção do LENE, Sónia Lobato, um desafio. “Volta não volta temos reclamações, porque o que se faz numa Segurança Social e numa ARS não se faz noutra. Há procedimentos que não estão claros, e outros há que são contraditórios. Até parece que vivemos num país a duas cores” desabafa.
Na sua unidade em Maceira, o LENE tem resposta social para 22 utentes, comparticipados pela Segurança Social e na de Alcanhões tem resposta social para 27 utentes (duas aguardam o reconhecimento do Centro Distrital da Segurança Social de Santarém, sendo que 20 camas são comparticipadas).
O LENE é também promotor financeiro de um projecto educativo Agir+9EG, apoiado pelo IPDJ, IP, que procura integrar, incluir e apoiar de forma gratuita crianças e jovens de minorias e migrantes, no seu percurso escolar, capacitando-os com valores através da música e do desporto, bem como o ensino do português. O projecto conta ainda com o apoio financeiro da Câmara de Santarém e da União de Freguesias da Cidade de Santarém.
No LENE além de todo o cuidado com a saúde dos seus idosos, com a sua higiene, bem-estar e alimentação, criou um espaço exterior com um jardim, um galinheiro e uma horta comunitária e no lar vivem as gatinhas Luna e Mia, e a famosa cadela Lola que trabalha nos idosos a motricidade e a cumplicidade. Considerada uma colaboradora, dá-lhes um propósito diário e, todas as noites, entra em cada quarto para lhes dar as boas noites.
“Nós temos a nossa rotina e muitos afazeres, mas o que há para um idoso no dia seguinte? Actividades? Sim, mas sobretudo deitar-se em paz e na certeza que se tudo acabar naquela noite, espera-lhe a eternidade com Deus. Se acordar no dia seguinte, acorda com a esperança de que ainda há propósito de vida e que, mesmo para quem é velho e doente, há o propósito de Deus para continuar. E esta esperança de vida (eterna) dá muito alento aos nossos idosos, que chegam até nós com feridas no corpo e na alma”, sublinha Sónia Lobato.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1640
    29-11-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1640
    29-11-2023
    Capa Médio Tejo