Especiais | 05-07-2024 13:00

Ensino Profissional na Golegã: uma longa história com futuro

Ensino Profissional na Golegã: uma longa história com futuro
ESPECIAL ENSINO
Mário Clemente Ferreira *

Na Escola Mestre Martins Correia, o ensino profissional, nomeadamente na área agrícola, apresenta já uma história de várias décadas.

Na Escola Mestre Martins Correia, o ensino profissional, nomeadamente na área agrícola, apresenta já uma história de várias décadas. Esta realidade compreende-se pelo facto deste estabelecimento de ensino estar inserido num território que se destaca pelas suas tradições agrícolas e que apresenta uma agricultura com um elevado grau de modernização.
Nos últimos anos tem-se procurado consolidar o ensino profissional, não apenas com a permanente oferta do Curso Profissional de Técnico(a) de Produção Agropecuária, mas também com a abertura de novos cursos que constituem uma oferta formativa diversificada, atendendo ao tecido empresarial da região em que o Agrupamento de Escolas de Golegã, Azinhaga e Pombalinho se insere, mas também respondendo à nova realidade social em que vivemos e às necessidades do mercado de trabalho e do tecido empresarial.
Foi com estas preocupações que no ano lectivo anterior começou a funcionar o Curso Profissional de Técnico(a) de Gestão Equina, oferta que foi reforçada para o próximo ano lectivo com o aumento do número de vagas. O funcionamento deste curso é possível graças ao apoio da Câmara Municipal da Golegã, com quem o Agrupamento de Escolas estabeleceu um protocolo de colaboração, contando o mesmo com o reconhecimento da Federação Equestre Portuguesa. De destacar que a formação tecnológica dos alunos decorre nas excelentes instalações do HIPPOS - Centro de Alto Rendimento de Desportos Equestres, as quais são propriedade da autarquia da Golegã.
No próximo ano lectivo a oferta formativa ainda será alargada com a abertura de um novo Curso Profissional, o de Mediador(a) Intercultural. Esta opção justifica-se pela nova sociedade que se está a constituir em Portugal, caracterizada por uma grande multiculturalidade, a qual tem suscitado a necessidade, em diferentes instituições como escolas, autarquias ou empresas, de técnicos com formação na área da mediação intercultural. Este aumento da oferta formativa está a ser acompanhado da melhoraria das condições de funcionamento, nomeadamente das salas de aula, resultado das obras que se encontram em fase de conclusão, e da aquisição de equipamentos didácticos e tecnológicos que permitem uma melhor qualidade de ensino.
No ano lectivo passado iniciou-se também a participação de alunos dos Cursos Profissionais no programa Erasmus+, através da realização no estrangeiro de parte da sua Formação em Contexto de Trabalho, prática que se pretende intensificar no futuro.
* Director do Agrupamento de Escolas de Golegã, Azinhaga e Pombalinho

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo