Entrevista | 07-04-2021 15:00

Lídia Rodrigues

Lídia Rodrigues
AGORA FALO EU
Lídia Rodrigues

Gerente do Restaurante Gamela dos Sonhos - 62 anos, Riachos

Qual foi a sua primeira actividade profissional?

Aos 11 anos fui trabalhar para o campo. Trabalhava com mulheres de trinta anos e gostei muito. Depois fiz transporte de todo o tipo de gado para os matadouros. Era uma actividade bastante exigente. Há cerca de 12 anos estou a gerir e faço a confecção de todos os pratos do restaurante Gamela dos Sonhos, em Riachos.

Consegue imaginar-se a fazer outra coisa profissionalmente?

Desde que tenha oportunidade vou continuar na restauração porque gosto muito de cozinhar e pretendo aproveitar. Mas se o negócio não correr como o desejado não baixo os braços e até posso ir varrer ruas. Não consigo é ficar sem trabalhar.

Qual é a sua terra?

Sou natural do Boquilobo, mas estou há 12 anos em Riachos e gosto muito de viver aqui.

Considera-se uma pessoa religiosa?

Acredito muito em Deus, sou católica e quando posso vou à missa. Gosto bastante de ir a Fátima.

Já foi alguma vez a Fátima a pé?

Fui quatro vezes a Fátima a pé, mas gostava de voltar a fazê-lo. Espero brevemente poder fazê-lo.

Gosta de comemorar o Natal? E a Páscoa?

Prefiro a Páscoa ao Natal porque o Natal traz-me algumas emoções menos boas. Porém, tanto no Natal como na Páscoa trabalho muito.

Prefere cozinhar ou apreciar a comida?

Prefiro cozinhar, sem dúvida, mas gosto de apreciar um bom prato de peixe. Já não como carne há cerca de seis anos. Quando cozinho carne apuro somente através do cheiro.

Qual a sua especialidade na cozinha?

Gosto de fazer de tudo um pouco e de variar naquilo que faço. Os pratos habituais que faço e que os clientes mais gostam são: couve com feijão acompanhado de bacalhau assado, sopa da pedra, sopa de tripa, cabrito ou borrego assado no forno, bacalhau espiritual e torricado de bacalhau.

Com quem aprendeu a cozinhar?

Aprendi a cozinhar sozinha. Penso que é algo que nasce connosco.

É simpatizante ou adepta de algum clube?

Sou apenas simpatizante do Clube Atlético Riachense.

Qual é a sua estação do ano preferida?

A minha estação preferida é o Verão. Gosto muito do calor e o sol anima as pessoas para trabalhar e viver.

Prefere campo, cidade ou praia?

Prefiro o campo, gosto do ar livre. Mesmo quando vou de férias passo pouco tempo na praia.

Era capaz de viver sem música? Tem algum género favorito?

Gosto de música e acho que não era capaz de viver sem ela, mas só ouço música em casa. Gosto de vários estilos musicais e ouço de tudo um pouco.

Qual é a sua melhor qualidade?

Sou honesta e gosto de ajudar. Sou capaz de ficar sem algo para dar ao próximo e não me arrependo disso.

Qual é o seu maior defeito?

Acho que sou extremamente exigente comigo e com os outros. Sei que isso nem sempre é fácil de gerir porque dificilmente estou satisfeita com o que faço e procuro sempre fazer melhor.

Sonhos realizados ou por realizar?

Um sonho realizado é ter os meus netos. Neste momento tenho quatro, mas espero ter mais.

Prefere vinho tinto ou branco?

Gosto tanto de tinto como de branco, mas raramente bebo. Não tenho o hábito de beber bebidas alcoólicas.

Do que mais gosta em Riachos?

Dos meus vizinhos, que são maravilhosos. Existe muita entreajuda e isso não tem preço. Sem eles a minha vida não seria a mesma.

Gosta de festejar o seu aniversário?

Gosto de festejar o meu aniversário entre família e amigos e adoro receber flores.

Tem algum hábito?

Todos os dias faço uma caminhada de uma hora e meia. Desde que vim morar para Riachos que tenho esse hábito e faz-me muito bem. Também gosto de ir comprar roupa e de ir ao cabeleireiro. No que toca à roupa prefiro ter menos, mas ao meu gosto e de boa qualidade.

Mais Notícias

    A carregar...