Entrevista | 12-10-2021 12:00

Ser vegetariano é um estilo de vida mas é preciso cuidado

Ser vegetariano é um estilo de vida mas é preciso cuidado
Lia Rodrigues é vegetariana há cerca de cinco anos e conheceu o namorado, Vítor Gateira, no final do passado que também segue o mesmo estilo de alimentação

Lia Rodrigues deixou de comer carne e peixe há cerca de cinco anos e garante ter sido a melhor opção que tomou. Susana Brites, nutricionista, aconcelha a planear com cuidado a dieta para não correr riscos. Uma reportagem a propósito do dia mundial do Vegetarianismo.

Lia Rodrigues não come carne há cerca de cinco anos mas o processo não foi imediato. Quando o médico lhe detectou ovários poliquisticos aconselhou-a a deixar de comer carnes vermelhas. Foi-lhe dito para optar pelas chamadas carnes brancas uma ou duas vezes por semana. Além disso, por causa do problema de saúde, teve que intensificar o exercício físico. Lia Rodrigues praticava diariamente desporto mas com a medicação que tomava era necessário caminhar ou correr pelo menos durante uma hora. Foi assim que se iniciou nos trails.

No espaço de dois meses deixou de comer carne e depois peixe. O problema de saúde foi ultrapassado e Lia Rodrigues iniciou um processo de reeducação alimentar que a tornou vegetariana, algo que nunca lhe tinha passado pela cabeça. “Tenho um casal amigo que é totalmente vegan e durante um jantar, há cerca de três anos, falaram-me nos benefícios dessa alimentação. Tudo melhorou a nível gástrico, intestinal, a digestão passou a ser feita muito mais rapidamente e passaram a dormir melhor. Experimentei durante uma semana e não voltei atrás”, explica a O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...