Entrevista | 14-07-2022 15:00

“Uma das coisas que mais me dói é termos um Tejo moribundo”

A professora de Biologia Fabíola Cardoso foi a cabeça de lista do Bloco de Esquerda por Santarém nas duas últimas eleições legislativas e foi também candidata à Câmara de Santarém em 2021.

Fabíola Cardoso esteve no Parlamento como deputada até há poucos meses e não conseguiu ser reeleita. Reconhece que as últimas eleições correram mal ao seu partido e admite que lhe custou mais digerir o resultado das autárquicas em Santarém. Critica os sucessivos governos pela falta de investimento nesta região e lamenta a falta de peso político dos autarcas para fazerem ouvir a sua voz em Lisboa. Conhecida activista da causa LGBT, Fabíola Cardoso assume-se como uma mulher de lutas e garante que não vai baixar os braços. 

Do que ficou com mais saudades do Parlamento?  

Tive pena de deixar alguns projectos por terminar. O projecto que me era mais caro emocionalmente era o da ecovia do Tejo, que visava a construção de uma ecovia desde a fronteira com Espanha até Lisboa, integrando os percursos que já existem e valorizando este que é um dos grandes valores da nossa região, que é o Tejo. 

Um património que continua mal explorado e por potenciar. 

Em particular no concelho de Santarém é vergonhoso. Temos um Tejo moribundo, um Tejo abandonado, um Tejo desconhecido do usufruto da maioria das pessoas. Essa é uma das coisas que mais me dói em Santarém. Por isso esse projecto me era tão caro e espero que um dia possa ser retomado. Aproximar as pessoas do rio também é uma forma de contribuir para que não seja poluído, para que não seja abandonado… É lamentável, por exemplo, a nível educativo que a grande maioria dos alunos de Santarém não conheça o potencial educativo deste rio, que não haja um centro de ciência viva sobre o Tejo. Tal como não se vê qualquer interesse a nível autárquico pelo desenvolvimento desse tipo de projectos. 

*Leia a entrevista completa na edição semanal em papel desta quinta-feira, 14 de Julho

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1588
    01-09-2021
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1588
    01-09-2021
    Capa Vale Tejo