Entrevista | 28-12-2022 18:00

Bruno Duque Simões

Bruno Duque Simões
Bruno Duque Simões. fotoDR

Gestor de empresas na Fótica e smallWORLD Experience52 anos, Torres Novas e Macau

Qual a promessa que fez a si próprio mais vezes no início de cada ano e que vai continuar a fazer porque ainda não conseguiu cumpri-la?
Não beber vinho e fazer dieta durante o mês de Janeiro. Ainda não desisti de tentar…
Qual foi a maior extravagância que fez até hoje?
Já gastei dinheiro em muitas viagens sem olhar muito para o orçamento. Talvez um jantar de mais de 100 euros por pessoa tenha sido a maior extravagância.
Alguma vez pediu o livro de reclamações?
Várias vezes. Faço-o sempre a pensar nos outros clientes e sem esperar grande compensação.
Já fez alguma viagem de férias a um país estrangeiro?
Viajar é uma das minhas paixões. Viajo várias vezes por ano. Tenho a sorte de ter viajado muito. Desde os tempos da universidade quando fiz quatro Interrails – viagens de comboio sem limites pela Europa. Como vivo em Macau há 22 anos já viajei por dezenas de países em quarto continentes.
Costuma fazer exercício físico?
Desde os 10 anos que faço exercício praticamente todas as semanas. Já pratiquei muitos desportos – hóquei em patins, natação, canoagem, karaté, kick box, ioga… Hoje em dia vou ao ginásio para aulas de grupo. Também gosto de caminhar na montanha ou andar de bicicleta.
Ainda tem tempo para tomar o pequeno-almoço em casa ou toma-o no café ao pé do emprego?
Não saio de casa sem tomar o pequeno-almoço sentado à mesa.
Quem lhe contava histórias quando era criança?
O meu pai. Era um contador de histórias nato. Para além das histórias da família Simões inventava e improvisava muitas histórias. Procurei continuar a tradição com as minhas três filhas e os meus dois enteados…
Existe algum animal que gostasse de ter e não pode?
Gostava de ter um macaco. Acho um animal muito inteligente e deve ser uma boa companhia. Mas não tenho uma casa boa para um macaco…
Tem alguma superstição ou hábito regular?
Devido às influências do Oriente e da China sigo os princípios do “feng shui”. Por exemplo, não gosto de ficar de costas para a porta ou dormir entre uma porta e uma janela. Sempre que possível evito.
A que petisco não resiste?
Adoro queijos acompanhados com pão e vinho. Como gosto muito de vinhos tintos, o queijo é o complemento perfeito. A qualquer hora.
Era capaz de se tornar vegetariano?
Sim, sem problema. Hoje em dia, cerca de um terço das minhas refeições são vegetarianas. Mas gosto de um bom bife com um bom vinho tinto.
Que conselho daria ao primeiro-ministro?
Uma maior aposta na educação e não só nos jovens até aos vinte e poucos anos. Educação a todos os níveis. É o maior investimento que se pode fazer num país, a pensar no seu futuro. Menos betão e mais educação.
O que o leva a fazer “zapping” na televisão?
Já não vejo televisão há uns 10 anos e há 18 que não vejo telejornais. Leio jornais e ouço a rádio para saber as notícias. E vejo filmes e documentários online. O conteúdo dos telejornais e da maior parte dos canais de televisão são na sua maioria muito maus.
Conseguia viver sem telemóvel?
Uso o telemóvel para trabalhar, 90% do tempo. Assim como os social media. Mas poderia viver sem telemóvel. Sou da última geração analógica… Tive o meu primeiro computador aos 20 anos e telemóvel aos 28 anos…
Do que é que sente mais saudades?
Tenho saudades dos convívios dos meus anos 80 quando não havia Internet e telemóveis. Convivia-se mais. Também tenho saudades de sardinhas assadas. Vivo em Macau e aqui não se apanha disso…
Era capaz de viver sem música?
Não. Adoro música. Trabalho em eventos e todos envolvem música, nem que seja nos tempos mortos de uma reunião de empresas.
Acha que o sistema de justiça funciona em Portugal?
Todos sabemos que a justiça não funciona principalmente porque é lenta.
Costuma gastar dinheiro com o futebol? Vai ao estádio ver jogos?
Sou do Benfica mas não sigo o futebol. Só fui uma vez ver um jogo a um estádio há 30 anos… Sofro a ver a selecção nacional.
Nas férias prefere praia, campo ou neve? Já planeou as suas próximas férias?
Nas férias prefiro calor e praias sem muita gente. Como troco a minha casa de Torres Novas com outras pessoas, nas próximas férias vamos para uma casa na Flórida (EUA).

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1596
    11-01-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1596
    25-01-2023
    Capa Médio Tejo