Entrevista | 15-01-2023 18:00

Ana Magalhães

Ana Magalhães
Ana Magalhães. fotoDR

Responsável Administrativa/Financeira50 anos, Raposo & Rosa Almeirim

Costuma dar dinheiro a mendigos?
Sim, porque nem todos temos as mesmas oportunidades.
Acha que o sistema de justiça funciona em Portugal?
É muito lento e burocrático o que favorece quem está fora da lei.
Vale a pena votar?
Vale sempre a pena votar. Estamos muito longe do que era a realidade dos meus avós e pais que lutaram para se fazer ouvir e ter direitos básicos. Se houve quem lutou muito para termos direito ao voto devemos honrá-los indo votar.
A quem é que colocava a “cabeça no cepo” metaforicamente falando?
A todos os que roubam muito e não são julgados atempadamente como Ricardo Salgado, José Sócrates, etc.
Fazem falta mais mulheres na política?
Sim, se bem que a situação melhorou bastante.
Com que idade é que acha que se vai reformar?
Não sei. Ainda não pensei muito nisso. Gosto de estar activa, detesto estar parada.
Quantos amigos tem no Facebook? O que acha das redes sociais?
Tenho 322. As redes sociais mudaram muito a forma das pessoas comunicarem. Se há benefícios também há contrapartidas. O razoável está em cada um, se para alguns expor tudo é normal para outros não. Há que respeitar.
Conseguia viver sem telemóvel?
Não, é uma das coisas que nunca deixo em casa. Confesso que me dá jeito “não ter rede” de vez em quando, mas não consigo desligar. O facto de não “estar ligada” ainda me deixa mais ansiosa e a pensar nos imprevistos que podem surgir.
Se pudesse ter um super poder qual escolheria?
O de curar doenças. Perder pessoas que nos são próximas por doença dá-nos um sentimento de impotência enorme.
Gosta mais do campo ou da cidade?
Gosto do campo mas também não consegui deixar de viver na cidade. Adoro fazer actividades ao ar livre (Trail Running) mas adoro sair de casa e poder ir a pé às compras.
Já fez alguma viagem de férias a um país estrangeiro? Qual vai ser a próxima?
Já estive em S. Tomé e Príncipe, Cabo Verde e Canárias. Adoro calor, praia e culturas diferentes. Costumo dizer que numa outra vida fui Africana. O próximo destino gostava que fosse Itália, talvez no próximo ano.
Qual é a pior coisa que lhe podem fazer?
Detesto sentir que me estão e mentir e, ainda pior, que acham que acredito!
Ir comprar roupa ou calçado dá-lhe prazer?
Sim. Adoro fazer compras.
O Mundo vai ter que falar mandarim ou os chineses é que vão passar a falar inglês?
Os chineses vão passar a falar inglês.
Os jovens estão motivados para manter as tradições?
Acho que não. A maioria nem sabe quais as tradições dos seus avós. Vejo-os mais preocupados em saber o último modelo de telemóvel.
E todas as tradições devem ser defendidas ou há algumas que mais vale esquecê-las?
Podemos sempre mudar de opinião e deixar de parte algumas porque hoje em dia não fazem sentido. Sou completamente contra maltratar animais, por exemplo. Sei que para os aficionados é uma afronta mas podiam arranjar alternativas sem que o touro sofra daquela maneira. Não consigo ver.
Quem lhe contava histórias quando era criança?
A minha avó, as minhas tias.
Quais as qualidades que mais aprecia numa pessoa?
A sinceridade e a transparência.
Como é um dia bem passado?
Estar com amigos, com as pessoas que gostamos. Fazer uma corrida/trail e depois uma boa conversa sentada à mesa com amigos.
Já visitou algum museu da região?
O Museu dos Patudos, em Alpiarça. É muito bonito e recomendo.
Já foi vítima de alguma burla?
Clonaram-me o cartão de crédito numa das viagens que fiz. Só um mês depois é que começaram a fazer transacções com o cartão. Fui imediatamente à GNR apresentar queixa e foi-me devolvido o valor.
Costuma tapar os números quando está a marcar o código no multibanco?
Não faço questão.
Já consegue associar a cor verde à defesa do ambiente ou quando pensa em verde pensa noutras coisas?
Associo a cor verde à natureza, floresta, ambiente.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1596
    11-01-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1596
    25-01-2023
    Capa Médio Tejo