Entrevista | 24-01-2023 21:00

Vítor Hugo Menezes Leitão dos Santos

Vítor Hugo Menezes Leitão dos Santos
Vítor Hugo Menezes Leitão dos Santos. fotoDR

Empregado de escritório na ‘Copy Paste’23 anos, Abrantes

Alguma vez deu sangue?
Que me lembre não. Ter pavor a agulhas e a sangue sempre foram impedimentos para o fazer.
Qual a promessa que faz a si próprio no início de cada ano e que vai continuar a fazer porque ainda não a conseguiu cumprir?
Provavelmente a de voltar a fazer exercício físico ou de voltar a jogar futebol. O que me impede é a falta de tempo e alguma preguiça.
Qual a sua actividade preferida?
Ver um jogo de futebol com amigos, seja no estádio, no café ou em casa, é algo a que dou muito valor e tento fazer regularmente.
Costuma gastar dinheiro com futebol? Qual o seu clube?
Gasto com a ida aos estádios, a ver o futebol distrital ao fim-de-semana e no petisco no final do jogo. O meu clube é o Sporting Clube de Portugal e, consequentemente, claro que sofro a ver futebol. Uma das coisas que herdei do meu pai foi isso mesmo, o levar demasiado a sério os jogos.
Alguma vez pediu o livro de reclamações?
É algo que não é necessário para resolver uma situação. Sou uma pessoa bastante tolerante e compreensível e quando uma situação não me agrada simplesmente não volto a ir ao estabelecimento.
Qual foi a sua maior extravagância?
Não me ocorre nada, não sou de gastar assim muito dinheiro em algo que se considere inútil.
Já fez alguma viagem de férias a um país estrangeiro?
Sim já, para Huelva, em Espanha. A próxima não sei, a certa altura tenho interesse em visitar a maior quantidade de países possível. Qualquer um seria uma óptima viagem desde que a companhia fosse boa.
Ainda tem tempo para tomar o pequeno-almoço em casa ou toma-o no café ao pé do emprego?
Tenho tempo para tomar em casa, mas por vezes também vou ao café para fazer uma pausa do trabalho.
Já visitou algum museu da região?
Já visitei o Convento de Cristo, em Tomar, e o MIAA (Museu Ibérico de Arqueologia e Arte) no centro da cidade de Abrantes.
Costuma utilizar auto-estradas mesmo tendo estradas alternativas?
Sempre, quanto mais rápido chegar ao destino melhor. Sou uma pessoa ansiosa e quando tenho que ir a um sítio quero chegar o quanto antes.
Costuma comprar um jornal pelo que vê na primeira página?
Quando quero consultar uma notícia procuro na Internet. É mais prático e cómodo.
À mesa, branco ou tinto?
Branco é mais leve, por assim dizer. Sempre ouvir dizer que o vinho tinto aprende-se a gostar com a idade e ainda estou na idade do vinho branco. Se a pessoa gosta acompanha qualquer refeição.
Era capaz de se tornar vegetariano?
Não era capaz de me tornar vegetariano. Para uma alimentação saudável e equilibrada toda a gente precisa de carne, peixe, vegetais, fruta, etc... A ausência de qualquer um desses alimentos trará consequências no futuro.
Acha que o sistema de justiça funciona em Portugal?
Penso que a justiça é demasiado benevolente, mas de uma maneira ou de outra o trabalho da justiça acaba por ser feito. Quem comete qualquer tipo de crime acaba sempre por ser punido.
Estamos na Era do digital, acha que facilita a vida das pessoas o facto de estarmos “sempre ligados e contactáveis”?
Claro que sim. Neste momento conseguimos contactar qualquer pessoa de qualquer ponto do mundo desde que tenha acesso à Internet. É algo muito prático e traz muito mais coisas boas do que más.
Se pudesse ter um super-poder qual escolheria?
O de voar. Seria magnífico poder ir onde quisesse e quando quisesse. E a liberdade que sentiria.
Nas férias o que prefere?
Praia, sem dúvida. Poder relaxar e apanhar sol na areia, refrescar-me na água do mar e no final petiscar e beber um copo no bar com uma óptima vista para o mar.
Quem lhe contava histórias quando era criança?
A minha mãe contava-me as fábulas normais para crianças.
Existe algum animal que gostasse de ter e não pode?
Tenho um cão e um gato, mais que isso não podia pedir. A simplicidade de ambos é suficiente.
Tem alguma superstição ou hábito regular?
Não sou uma pessoa supersticiosa. Se as coisas acontecerem é por mérito nosso, não de superstições.
Quais as qualidades que mais aprecia numa pessoa?
A capacidade de me fazerem rir, serem educadas e deixarem à vontade para ser eu mesmo.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1596
    11-01-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1596
    25-01-2023
    Capa Médio Tejo