Entrevista | 15-03-2023 21:00

Alexandre Levchenko

Alexandre Levchenko
Alexandre Levchenko. fotoDR

Consultor de Imobiliário - 20 anos, Casas do Gótico - Torres Novas

O respeitinho é muito bonito?
O respeitinho é bonito para quem o merece realmente. Quem não respeita, não pode ser respeitado, essa sempre será a regra.
Em sua casa já se faz a separação do lixo?
Maioritariamente não fazemos a separação, apesar de querer corrigir essa parte de mim. É essencial hoje em dia ajudar o mundo a melhorar, nem que seja com pequenos gestos, como esse.
Quantos verdadeiros amigos acha que tem?
É engraçado que quanto mais velhos ficamos, menos verdadeiros existem, talvez porque aparecem mais problemas na vida e alguns só gostam de ficar nos bons momentos, talvez porque a mentalidade cresce, ou talvez porque as pessoas mudam, muitas vezes para pior.
Fazem falta mais mulheres na política?
As mulheres fazem falta em todo o lado. Todos nós temos o mesmo direito de expressar o nosso pensamento e todas as opiniões deviam de ser levadas com a mesma seriedade.
Qual foi a sua maior extravagância?
Consegui ultrapassar um grande medo quando saltei de pára-quedas, uma experiência inesquecível e que nunca tinha pensado fazer na vida, foi uma sensação incrível.
Fecha a água enquanto escova os dentes ou quando se ensaboa no banho?
Sim, felizmente fui ensinado sempre a poupar e é por isso que, presentemente, dou sempre mais valor ás conquistas e ao que me dão.
Qual a promessa que fez a si próprio mais vezes no início de cada ano e que vai continuar a fazer porque ainda não conseguiu cumpri-la?
Ser melhor que no ano anterior, corrigir sempre os erros cometidos e evoluir em todos os aspectos. A aprendizagem, hoje em dia, é tudo. Na Casas do Gótico tenho a vantagem de trabalhar com pessoas maduras, pessoas que ensinam e que também continuam a aprender.
O que significa a expressão “Gozar a vida”?
Gozar a vida é aproveitar cada segundo, viajar e conhecer todas as partes do mundo, desfrutar com os mais próximos e fazer aquilo que mais gostamos.
Gosta de uma boa discussão?
Gosto de uma boa conversa sobre assuntos que me levam a aprender, principalmente com pessoas que têm muita sabedoria e que nos conseguem transmiti-la da melhor forma.
À mesa, de que lado do prato é que deve ser colocado o telemóvel ou smartphone?
À mesa, na minha opinião, não deve existir telemóvel, apesar de algumas vezes ter de acontecer, devido a assuntos importantes. Mas acho que é algo que se deve evitar, principalmente com crianças. Faz tudo parte da educação.
De quantas horas de sono precisa para acordar bem disposto?
Oito horas chegam-me perfeitamente para descansar e conseguir acordar pronto para trabalhar. Dormir de mais é um dia perdido, devemos ter bastante atenção à rotina, é importante e faz bem mentalmente.
Qual a sua actividade preferida?
Gosto de ir ao ginásio. Cuidar de nós fisicamente é muito bom para a saúde.
Sendo o preço médio de mil litros de água da rede um euro e meio, podemos dizer que a água está cara?
Podemos afirmar que a água tem de ter um preço para as pessoas conseguirem dar valor ao que realmente é importante, apesar de ser algo que o planeta nos fornece gratuitamente.
Subscrevia uma proposta para termos outro hino nacional?
Claro que não. O hino nacional que temos é lindo e fala sobre grande parte da história de Portugal. É possível afirmar que o nosso hino é o melhor do mundo.
Alguma vez sentiu orgulho em ser cidadão europeu?
Sim, sinto que é uma mais-valia poder viver na Europa rodeado de países com grande potencial e cidades lindas para ir de férias.
O que gostava de fazer e não faz para não cair no ridículo?
Todas as coisas que gostava de fazer, vou fazer no momento certo, de forma racional e procurando sempre não cair no ridículo.
Sabe o que anda a fazer neste mundo?
Procuro felicidade constante e acrescentar valor à sociedade, cumprir os meus objectivos, acompanhar e poder ajudar sempre os meus.
Sente-se livre?
Sim, sou uma pessoa que aprendeu desde cedo a saber o que é realmente ser livre, nem todos a sabem utilizar, há sempre limites, assim como na liberdade.
Ler jornais é saber mais?
Ler, no geral, é uma mais-valia para todos, o conhecimento de cada livro, as notícias de cada jornal, nunca é de mais a informação que conseguimos obter para nós.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1668
    12-06-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1668
    12-06-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo