Entrevista | 22-03-2023 10:00

José Neixa

José Neixa
José Neixa

Administrativo na Reciforos Unipessoal Lda. - Salvaterra de Magos

Gostava de participar num programa tipo Casa dos Segredos ou Quero namorar com o/a agricultor/agricultora, por exemplo?
Não, nunca tive muito interesse nesse tipo de programas. As pessoas expõem-se bastante a situações delicadas e sobre pressão. Podem ser experiências enriquecedoras mas, na minha opinião, há coisas melhores onde gastar o tempo.
O que é que lhe provoca um sono irresistível?
Não é preciso muito, adormeço com alguma facilidade. Às vezes basta estar sentado no sofá. A minha costela alentejana não perdoa.
Quantos cafés bebe por dia?
Bebo dois cafés por dia e acho que é o ideal. Para além do sabor viciante funciona como um despertador.
Costuma praticar exercício físico?
Sim, costumo. Em casa faço alguns exercícios e por vezes uma corrida para exercitar a máquina.
Qual é o seu truque para manter a calma perante um imprevisto?
Tento não dar demasiada importância pois é isso que nos inibe de procurar a solução. Às vezes o problema só tem a importância que lhe damos.
Lembra-se da última vez que viu um filme numa sala de cinema? E lembra-se qual foi?
Foi “The Fabelmans”. Um grande filme pela história que conta sobre Steven Spielberg e mostra que realmente quando temos uma paixão dentro de nós pelo que gostamos de fazer, temos capacidade para compreender, empenhar e aprender a fazer melhor a cada dia que passa.
Há alguma coisa que não seja cara?
Nesta altura acho que não há nada que não seja caro, em comparação aos preços que se praticavam há uns anos, mas como já vem sendo habitual culpa-se a inflação ou a guerra. Dos produtos que costumo comprar as carnes penso que são o que mais aumentou.
Se voltasse a ter 15 anos o que fazia?
Acho que quando somos adolescentes não temos bem a noção de como as nossas acções podem influenciar o nosso futuro. Se voltasse a ter 15 anos talvez aproveitasse melhor a época escolar.
Se os padres pudessem casar a Igreja Católica beneficiava com isso?
Não tenho opinião formada sobre isso, mas talvez não houvesse tantos casos de pedofilia.
O boxe é um desporto?
Acho que sim, já pratiquei durante alguns anos algo parecido. Quando assisto a combates sinto que o meu corpo tem reflexos involuntários.
Se estiverem duas pessoas do mesmo sexo a namorar num local público perto de si isso incomoda-o?
Não me incomoda porque cada um é livre de se sentir atraído por quem quiser. É como eu gostar de um Citröen e outra pessoa gostar de um Peugeot. Mas deve haver algum “cuidado” para não se exporem demasiado pois ainda temos uma sociedade um pouco discriminatória nesse tema.
Qual o problema que já devia ter sido resolvido há muito tempo na zona onde mora?
A Estrada dos Almocreves é definitivamente um problema. Estamos à espera que esta estrada que tanto movimento tem seja finalmente alcatroada em condições pois é uma zona de habitação, algum comércio e indústria!
Alguma vez comprou um desumidificador?
Sim, claro, a humidade não perdoa e as casas sofrem um pouco com isso. O nosso país é conhecido pela atmosfera húmida.
Costuma mudar regularmente de operadora de telecomunicações?
Não mudo de operador de telecomunicações há vários anos. Não é por causa do preço, mas por achar que não é vantajoso mudar.
O que pensa da possibilidade da semana de trabalho ser de quatro dias?
Para os empregadores não acho que seja vantajoso pois talvez não haja tanta produtividade, mas para os empregados penso que terem mais um dia de descanso seja benéfico para terem tempo para as suas famílias e para outras actividades. Eu talvez passeasse com mais regularidade.
Gostou de andar na escola? E com que ideia, em geral, ficou dos seus professores?
Sim gostei, são os nossos melhores anos. Guardo com algum carinho certos professores que tive que sempre puxaram por mim e acreditaram nas minhas capacidades. Sou grato por os ter encontrado no meu caminho.
Teve que recorrer recentemente a um serviço público? Como correu?
Recentemente renovei a carta de condução e correu tudo bem, mas penso que devia ser um pouco mais simples pois pessoas com alguma idade talvez não sejam capazes de o fazer sem ajuda.
Alguma vez frequentou uma praia de nudismo?
Não, nunca, mas aceito que muitas pessoas se sintam bem para o fazer no meio dos outros, não descrimino.
Subscrevia uma proposta para termos outro hino nacional?
Não, de maneira nenhuma, o nosso hino é sem dúvida o mais bonito.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1669
    19-06-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1669
    19-06-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo