Microlime fabrica produtos de cal para indústria, agricultura, construção e ambiente

Ferran Grané é o administrador da Microlime

Empresa vai instalar parque fotovoltaico nas suas instalações em Fátima para reduzir emissões de CO2.

A Microlime, S.A., produtos de cal e derivados, com sede em Fátima e uma segunda unidade industrial no Seixal, fabrica e comercializa cal viva, cal dolomítica, cal hidratada e ‘tout-venant’.
Administrada por Ferran Grané, é uma empresa com capital espanhol pertencente ao Grupo Pachs. Nos últimos anos assumiu um forte compromisso com a inovação distanciando-se dos produtos “comodities” e dando novas utilizações à cal, basicamente em aplicações ambientais.
O investimento constante em I&D permitiu ao grupo obter o reconhecimento do governo espanhol atribuindo-lhe o selo PME Inovadoras e o Prémio Nacional do Ambiente.
A cal é um produto com uma longa história. Já era utilizada há milhares de anos como um conglomerado para a construção. Os gregos e romanos utilizaram-na para construir os seus impérios, mas esta aplicação tem vindo a perder importância e têm sido procuradas novas aplicações para este derivado do calcário.
Nos últimos anos foram desenvolvidas múltiplas aplicações centradas na melhoria da sustentabilidade ambiental, tais como o tratamento de água potável, tratamento de gases industriais, sanitização de lamas de depuração, entre outras.
A Microlime assume estar empenhada numa economia baseada na sustentabilidade com o objectivo de acrescentar valor aos produtos, materiais e recursos, a fim de minimizar a produção de resíduos.
Está igualmente empenhada na utilização de energias renováveis e com a instalação de um parque fotovoltaico nas suas instalações em Fátima, que não terá qualquer impacto na paisagem ou no ambiente. Irá gerar 30% da energia que consome reduzindo consideravelmente as emissões de CO2.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1589
    01-09-2021
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1589
    01-09-2021
    Capa Vale Tejo