Santarém é um território que se reconhece por uma jaqueta e um barrete

Santarém é um território que se reconhece por uma jaqueta e um barrete

O MIRANTE firmou um compromisso com os empresários e a economia da região que parece selado a ferro e fogo; todos os dias corremos Ceca e Meca para termos notícias de proximidade; e nessas notícias estão sempre os empresários e as suas empresas; exactamente porque são eles que ao lado dos políticos fazem a gestão do território, influenciam as decisões, criam emprego, fazem girar a economia; o mesmo é dizer que assistem ao nascer e ao por-do-sol de cada dia que preenche as nossas vidas.

O MIRANTE edita pela primeira vez a revista das 500 maiores empresas do distrito de Santarém. O trabalho honra a nossa presença no mercado como líderes de imprensa mas ficam a faltar as empresas dos concelhos de Vila Franca de Xira e Azambuja, onde também somos o jornal da terra, igualmente reconhecidos pelos leitores e empresários. Numa próxima iniciativa prometemos resolver este problema já que a divisão administrativa do país vai certamente continuar em boladas até acertarmos as nossas fronteiras como deveríamos.
Estão representadas nesta revista cerca de 80 das 500 maiores empresas do distrito de Santarém. Se não tivéssemos escrito e editado a revista em tempo recorde teríamos o dobro da representatividade, mas outros projectos se aproximam, nomeadamente o aniversário do jornal, a 16 de Novembro, que desta vez vai coincidir com a entrega dos prémios Galardão Empresa do Ano.
A prova de que a economia ribatejana faz a diferença está espelhada nesta revista não só pela representatividade dos empresários que aceitaram falar do seu trabalho e das suas empresas como pelo volume de publicidade que os gestores comerciais de O MIRANTE conseguiram angariar.
É um orgulho dirigir um jornal de uma região que tem os empresários do lado do jornalismo, da intervenção cívica, política e associativa. O caderno de Economia que publicamos quase desde a fundação do jornal é caso único na imprensa regional e a nível nacional só o jornal Expresso nos acompanha com o mesmo empenho e interesse editorial.
O MIRANTE, é porventura, a única entidade regional que representa o conjunto dos interesses culturais e socio-económicos da população de todos os concelhos do distrito de Santarém, e da região ribatejana em particular. Não somos nós que o dizemos, são os leitores e os anunciantes, e todas as instituições que representamos nas nossas páginas diariamente, no papel e na Internet, mesmo quando somos uma voz crítica e algumas vezes cáustica.
Chegar à liderança na região não foi obra do acaso; temos muito trabalho feito e muita gente envolvida neste percurso. Crescemos de tal modo como órgão de informação, e em número de jornalistas e gestores comerciais, que é impossível apagar o nosso rasto diário e semanal na região onde trabalhamos. E ninguém pode viver sem nos ter por perto; e mesmo que nos ignorem, o que é justo para quem não gosta de nós, já não conseguem escapar sem terem que nos ler, ou ouvir ler, nos casos humanos em que há falta de vista para além de falta de visão.
O MIRANTE firmou um compromisso com os empresários e a economia da região que parece selado a ferro e fogo; todos os dias corremos Ceca e Meca para termos as notícias de proximidade; e nessas notícias estão sempre os empresários e as suas empresas, exactamente porque são eles que ao lado dos políticos fazem a gestão do território, influenciam as decisões, criam emprego, fazem girar a economia; o mesmo é dizer que assistem ao nascer e ao por-do-sol de cada dia que preenche as nossas vidas.
Só os empresários podem ser comparados com os grandes atletas ou os grandes cientistas, que têm que abdicar de muitas vaidades e mordomias para construírem o grande sonho da sua vida, que depois vai influenciar também a vida dos outros, quando não é a de toda a comunidade. Não são todos os empresários que merecem este estatuto, mas a maioria merece que consideremos a actividade empresarial como o grande motor da sociedade, assim como a poesia é o grande género da literatura e a medicina é a actividade profissional que melhor explica a longevidade e a saúde humana, que está cada vez mais ao alcance de uma grande maioria.
Os textos e as fotos destas 500 maiores empresas contam histórias de vida que valem mais que o dinheiro que facturamos na publicidade ou com os patrocinadores que aparecem no final desta página. Não é a publicidade que faz mover moinhos, mas é a publicidade que os compra; o jornalismo que vive da publicidade é o melhor jornalismo do mundo mesmo que seja dirigido só a uma ínfima parte da população, como é o caso, que habita um território que pode ser reconhecido por uma jaqueta e um barrete.
A revista das 500 maiores empresas do distrito de Santarém conta com a colaboração dos melhores empresários que aparecem na listagem que publicamos nas últimas páginas. É com eles que queremos continuar a construir o futuro, a fazer jornalismo de proximidade e a identificar o nosso território nas notícias que correm mundo e que não são de guerra nem de doenças pandémicas.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1589
    01-09-2021
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1589
    01-09-2021
    Capa Vale Tejo