Frescura Aromática foi pioneira na introdução de novas ervas em Portugal

Os sócios-gerentes Maria Vieira e Manuel Vieira com Bruno Vieira (técnico comercial) e Sylvie Matos (técnica de qualidade)

Empresa produz mais de quarenta produtos diferentes e vende a mercearias, grandes superfícies, hotéis e comerciantes com bancas em mercados e praças.

A Frescura Aromática produz, prepara, embala e comercializa ervas aromáticas. A empresa foi formalmente constituída em 2016, mas a sua história começa em 1987 quando Fernando Marques Gouveia se instala no Cartaxo após ter trabalhado em França numa exploração de flores, ervas aromáticas e outros produtos hortícolas e começa a produzir e vender aqueles produtos, a título individual.
Gerida actualmente por Maria Vieira e Manuel Vieira a Frescura Aromática Ldª, localizada no Alto de Pedrão, na Estrada do Vale Mosqueiro, Cartaxo, conta também com os saberes de Sylvie Vieira, técnica de qualidade/comercial e do técnico agrícola Bruno Vieira.
“Desde pequena que trabalhava com ervas aromáticas, salsa, coentros e hortelã que era o básico em Portugal. Estive uns anos em França e ganhei mais experiência ao nível da variedade de produtos. Começámos a divulgá-los em Portugal e temos vindo a crescer, assim como tem vindo a crescer o consumo deste tipo de produtos graças ao nosso trabalho”, explica Maria Vieira, referindo-se ao seu percurso profissional.
A gestora lembra que, ainda não há muitos anos, em Portugal, no sector da restauração, as saladas eram apenas temperadas com sal, vinagre e azeite sendo excepções aqueles que começavam a usar oregãos ou coentros, por exemplo.
“Temos promovido a entrada de novas ervas. Há cada vez mais pessoas a usá-las porque olham muito para a saúde. Cada erva com o seu prato e cada uma dá um sabor diferente quando as usamos para temperar alguma carne, peixe ou uma salada, por exemplo. E há também uma grande multiplicidade de ervas aromáticas para infusões e outros usos a nível da medicina natural”, sublinha.
Entre ervas aromáticas e outros produtos a Frescura Aromática produz mais de quarenta produtos diferentes. Os seus clientes são mercearias, grandes superfícies, hotéis e vendedores que têm bancas em mercados e praças.
“Somos uma empresa certificada e fomos dos primeiros a vender ervas aromáticas para as grandes superfícies. Fomos pioneiros e ainda hoje continuamos a surpreender os clientes. Muitas vezes ligam-nos a perguntar se temos isto ou aquilo e ficam espantados quando dizemos que temos. Nomeadamente coisas que só os cozinheiros conhecem”.
Um dos próximos objectivos da Frescura Aromática é a criação de uma loja física para venda directa. A maior dificuldade enfrentada actualmente é a falta de
mão-de-obra. Isso tem impedido o aumento da produção e o cultivos de mais variedades.
A empresa funciona das 08h00 às 17h00 de segunda a sexta-feira e aos sábados das 08h00 às 12h00.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1589
    01-09-2021
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1589
    01-09-2021
    Capa Vale Tejo