Foto Galeria | 01-10-2020

Campanha de vacinação anti-rábica passou por Casével

1 / 12
Campanha de vacinação anti-rábica passou por Casével
2 / 12
Campanha de vacinação anti-rábica passou por Casével
3 / 12
Campanha de vacinação anti-rábica passou por Casével
4 / 12
Campanha de vacinação anti-rábica passou por Casével
5 / 12
Campanha de vacinação anti-rábica passou por Casével
6 / 12
Campanha de vacinação anti-rábica passou por Casével
7 / 12
Campanha de vacinação anti-rábica passou por Casével
8 / 12
Campanha de vacinação anti-rábica passou por Casével
9 / 12
Campanha de vacinação anti-rábica passou por Casével
10 / 12
Campanha de vacinação anti-rábica passou por Casével
11 / 12
Campanha de vacinação anti-rábica passou por Casével
12 / 12
Campanha de vacinação anti-rábica passou por Casével

Embora erradicada a doença, desde 1960, a vacinação para a raiva continua a ser obrigatória. Campanha no concelho de Santarém teve início a 10 de Setembro e termina a 8 de Outubro.

A Campanha Nacional de Vacinação Anti-rábica e de identificação electrónica no concelho de Santarém, que teve início a 10 de Setembro em Abitureiras, passou na manhã desta quinta-feira, 1 de Outubro, pelo Largo da Comenda em Casével e termina em Vale de Figueira na próxima semana.

Perto de uma dezena de canídeos foram ali vacinados pela veterinária Margarete Cruz com a ajuda da auxiliar Mara Rente. Um número inferior ao habitual, mas justificado pela veterinária municipal pelo desconhecimento das pessoas uma vez que a campanha de vacinação, que normalmente decorria nos primeiros meses do ano, esteve suspensa desde Março devido à Covid-19.

A vacinação anti-rábica é obrigatória em Portugal há várias décadas, embora a doença seja considerada erradicada desde 1960. De acordo com Jorge Cid, bastonário da Ordem dos Médicos Veterinários, a extinção da raiva no nosso país deveu-se, sobretudo, à acção dos médicos veterinários e entidades competentes, que ao longo dos anos se têm esforçado por consciencializar a população para os perigos iminentes da raiva na saúde pública alertando para a obrigatoriedade da vacinação.

A raiva é uma doença contagiosa de elevada mortalidade que se transmite ao homem sobretudo através da mordedura dos cães doentes.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1478
    19-08-2020
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1478
    19-08-2020
    Capa Vale Tejo