Foto Galeria | 14-06-2024

Monumental de Santarém cheia e ao rubro

1 / 19
Monumental de Santarém cheia e ao rubro
2 / 19
Monumental de Santarém cheia e ao rubro
3 / 19
Monumental de Santarém cheia e ao rubro
4 / 19
Monumental de Santarém cheia e ao rubro
5 / 19
Monumental de Santarém cheia e ao rubro
6 / 19
Monumental de Santarém cheia e ao rubro
7 / 19
Monumental de Santarém cheia e ao rubro
8 / 19
Monumental de Santarém cheia e ao rubro
9 / 19
Monumental de Santarém cheia e ao rubro
10 / 19
Monumental de Santarém cheia e ao rubro
11 / 19
Monumental de Santarém cheia e ao rubro
12 / 19
Monumental de Santarém cheia e ao rubro
13 / 19
Monumental de Santarém cheia e ao rubro
14 / 19
Monumental de Santarém cheia e ao rubro
15 / 19
Monumental de Santarém cheia e ao rubro
16 / 19
Monumental de Santarém cheia e ao rubro
17 / 19
Monumental de Santarém cheia e ao rubro
18 / 19
Monumental de Santarém cheia e ao rubro
19 / 19
Monumental de Santarém cheia e ao rubro

No ano em que se comemoraram sessenta anos da inauguração da Monumental “Celestino Graça”, teve lugar uma grandiosa corrida de toiros no passado dia 10 de Junho.

No ano em que se comemoraram sessenta anos da inauguração da Monumental “Celestino Graça”, teve lugar uma grandiosa corrida de toiros no passado dia 10 de Junho. Um magnífico cartaz que motivou a afluência de público que esgotou a lotação do tauródromo, tendo ficado muita gente de fora.

Lidaram-se quatro toiros da conceituada ganaderia Murteira Grave, pela dupla de marialvas lusa João Moura filho e João Ribeiro Telles filho, com os forcados Amadores de Santarém e de Montemor preencheram a parte à portuguesa. A lide apeada esteve a cargo do matador de toiros peruano Andrés Roca Rey, primeiríssima figura do toureio mundial, e que decerto terá sido o responsável por tamanha afluência de público, que lidou dois toiros da ganaderia espanhola de Joaquin Nuñez del Cuvillo, um dos quais, de excelente nota,

Quanto às rijas pegas de caras, foram executadas por Salvador Ribeiro de Almeida e Francisco Cabaço, pelo grupo scalabitano, enquanto que Francisco Borges e José Maria Pena Monteiro, fizeram-no pelos Amadores Montemorenses.

Nesta corrida recebeu a alternativa de bandarilheiro o jovem Scalabitano Duarte Silva.

No final, o público saiu delirante dispensando uma estrondosa ovação a todos os que intervieram neste memorável espectáculo.

Reportagem de O MIRANTE por Henrique de Carvalho Dias

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo